Categorias: Anime

Poderiam Goku e Vegeta terem derrotado Cell se eles tivessem juntado os poderes em Dragon Ball Z?

O final do arco de Cell é um tanto quanto triste, já que vemos Gohan derrotado o vilão as custas de um sacrifício de Goku.

Assim como o final de Titanic, o fim deste arco sempre deixou os fãs se perguntado se era mesmo necessário Goku ter sacrificado-se para que Cell fosse derrotado. Será que se Goku e Vegeta tivesse juntado seus poderes, eles seriam capazes de derrotar Cell?

É difícil dizer, pois naquele momento Akira Toriyama pretendia passar a “tocha” de Dragon Ball para Gohan, algo que obviamente não aconteceu. Porém, o fato é que Gohan possuia um poder latente muito maior do que Goku e Vegeta no momento em que lutou contra Cell, e ele de fato foi capaz de desperta-lo.

O fato é que caso não conseguisse, Goku e Vegeta talvez tivesse de ignorar as regras do torneio e partir para cima de Cell para só então derrota-lo. O problema é que não temos como afirmar que a junção do Kamehameha e do Final Flash seriam suficientes para derrotar Cell, e talvez seja justamente por isso que Goku tenha insistido tanto para que Gohan tomasse a frente do combate naquele momento.

Se a abordagem tivesse sido diferente, e ao invés de um torneio os dois saiyajins tivessem partido para cima do vilão logo de cara, as coisas poderiam ter sido bem diferentes.

Confira também:

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Atualmente, a história continua no mangá, além do filme Dragon Ball Super: Broly lançado no começo do ano e também de um novo filme que está em estágio inicial de produção pela Toei.

Nesta nova fase, Goku e Vegeta estão enfrentando um inimigo milenar e poderosíssimo: Moro, o consumidor de planetas, uma ameaça que pode muito bem acabar com o Universo 7 num piscar de olhos.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

 

Disqus Comments Loading...

Este website utiliza cookies