Hajime Isayama revela quais foram as suas principais inspirações para criar Attack on Titan

Sendo um dos mangás e animes de maior sucesso da atualidade, a história de Attack on Titan já está bem próxima do seu final, e enquanto os fãs criam as mais diversas teorias sobre como será esse desfecho, recentemente Hajime Isayama, o autor da obra, falou um pouco mais sobre as suas inspirações para escrever o mangá.

Durante uma entrevista cedida à emissora japonesa TBS, Isayama comentou que a criação do mundo de Attack on Titan foi inspirada principalmente por um jogo de invasão alienígena que ele jogou durante a sua adolescência (Muv-Luv) e pela franquia Jurassic Park.

“Quando eu tenha 19 anos, joguei um jogo em que havia uma invasão alienígena na Terra e quase toda a humanidade havia sido exterminada. Eu achei esse tipo de mundo fictício muito interessante. Também acho que fui influenciado por obras do gênero Jurassic Park. O tipo de história que faz você se sentir encurralado”, revelou o autor.

Sobre as inspirações de Isayama, ambas fazem bastante sentido, tanto a de Jurassic Park, que pelos dinossauros gigantes comendo pessoas é a mais obvia, como a de uma história de invasão alienígena, já que grande parte da motivação inicial de Attack on Titan é justamente querer desvendar o desconhecido.

Além disso, a sua inspiração em Jurassic Park também pode ser uma das explicações para um dos maiores mistérios da segunda abertura do anime, em que temos a aparição de diversos dinossauros e outros animais pré-históricos.

Recentemente, foi lançado o primeiro trailer para a aguardada quarta e última temporada do anime de Attack on Titan, que já está batendo recorde de visualizações no YouTube e tem movimentado bastante o fandom da franquia. Confira AQUI o que podemos esperar para essa temporada final.

As três temporadas do anime de Attack on Titan estão disponíveis estão disponíveis na Crunchyroll.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.