Anime

Dragon Ball Super finalmente explica porque Vegeta odeia fusões

Vegeta é um dos melhores e mais importantes personagens da franquia Dragon Ball desde suas primeiras aparições lá em Dragon Ball Z, pouco a pouco deixando de ser o vilão para se tornar um herói que defende a Terra e busca ficar cada vez mais forte.

Apesar de contar com várias técnicas e transformações em seu arsenal, Vegeta nunca se mostrou muito confortável com as famosas fusões e depois de muitos anos de especulações, eis que o verdadeiro motivo para tal ódio foi revelado.

A revelação foi feita durante o capítulo 61 de Dragon Ball Super após Vegeta entrar em um combate mano-a-mano com Moro e sendo capaz de dar uns bons golpes no vilão e após ficar se gabando de seus novos poderes, ele revelou o porquê de não gostar de se fundir com alguém mesmo o tendo feito algumas vezes.

Segundo ele, Vegeta odeia as fusões pois sempre deseja ter uma luta justa contra seus oponentes, querendo confiar apenas em sua força pura e na de seu adversário sem qualquer tipo de interferência de terceiros ou roubo de energia (como Moro tem feito por anos).

Apesar de ser uma técnica poderosa, Vegeta ainda mantém seu orgulho de Príncipe dos Saiyajins e não quer contar com um poder emprestado.

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Atualmente, a história continua no mangá, além do filme Dragon Ball Super: Broly lançado no começo do ano e também de um novo filme que está em estágio inicial de produção pela Toei.

Nesta nova fase, Goku e Vegeta estão enfrentando um inimigo milenar e poderosíssimo: Moro, o consumidor de planetas, uma ameaça que pode muito bem acabar com o Universo 7 num piscar de olhos.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade