InícioAnimeAnjos - Tudo sobre estes seres em Dragon Ball Super

Anjos – Tudo sobre estes seres em Dragon Ball Super

Em 2013, Dragon Ball introduziu o conceito de divindade com os Deuses da Destruição e os Anjos no lançamento de Dragon Ball Z: Batalha dos Deuses. Os personagens Beerus e Whis abriram muitas possibilidades para onde a série poderia ir a seguir, já que o filme mostrava níveis de poder que os fãs da franquia anteriormente pensavam ser inexistentes

. No entanto, o verdadeiro golpe veio no final do filme. Justo quando os fãs estavam convencidos de que Beerus era a epitome da força em todo o universo, ele foi subitamente nocauteado por Whis com um único golpe.

Foi aí que a especulação dos fãs começou sobre quem é o personagem mais forte na série e com a introdução de Dragon Ball Super, a série se expandiu ainda mais e a resposta ficou clara.

Os Anjos são seres misteriosos que servem como assistentes de seus Deuses da Destruição, mas apesar disso, eles são fortes o suficiente para derrotá-los com um único golpe. Portanto, vamos dar uma olhada no porquê disso e como funciona a Hierarquia Divina do Super.

O Papel Importante que os Anjos Desempenham no Multiverso de Dragon Ball

Anjos - Tudo sobre estes seres em Dragon Ball Super
Reprodução: Dragon Ball Super

Em Dragon Ball Super, existe uma Hierarquia Divina que existe para todo o multiverso operar, de acordo com um conjunto de regras e regulamentos. Nessa hierarquia, os mortais de todos os universos estão no nível mais baixo e são superados em classificação pelos vários Kais. Acima dos Kais estão os Supremos Kais e os Deuses da Destruição, divindades encarregadas da criação e da destruição, respectivamente, e cujas ordens devem ser obedecidas por todos os outros.

Acima desses Deuses da Destruição, há o Omni-Rei; Grande Zen’o, o ser mais poderoso de todo o multiverso. No entanto, os Anjos também se encaixam nessa hierarquia e têm a responsabilidade de guiar, ensinar e servir ao seu Deus da Destruição e, embora esses Anjos sejam muito mais fortes do que seus Deuses, eles devem obedecê-los sem questionar.

Nas regras e regulamentos mencionados, também existem algumas para os Anjos, apesar de sua força avassaladora. Além do dever de aconselhar seu Deus e ensiná-los sobre a natureza de sua posição, a maior restrição imposta a um Anjo é que eles têm que permanecer neutros e não se envolver nos assuntos do universo, sejam eles bons ou maus. Se o seu universo estiver em perigo, os Anjos também não podem pedir assistência para salvá-lo, como visto pela eliminação de Merus depois que ele decidiu se juntar à luta contra Moro.

No entanto, eles podem ajudar aqueles que sentirem que precisam ou se forem comandados pelo seu Deus da Destruição, como visto quando Whis voltou no tempo para permitir que Goku finalmente matasse Freeza ou quando ele ajudou Trunks do Futuro e Mai. A única maneira conhecida de os Anjos morrerem é devido à eliminação automática que vem desobedecendo aos seus comandos, pois foram poupados do destino que seus universos caídos compartilharam no Torneio do Poder.

Além dessas regras básicas, no entanto, os Anjos têm permissão para fazer o que quiserem. Como característica racial, eles não precisam das comodidades básicas da vida, como sono, e embora não sintam fome ou sede, ainda podem desfrutar das guloseimas que desejarem. Isso é uma das coisas favoritas de Whis fazer, já que ele visita frequentemente a Terra, muitas vezes sem Beerus, para desfrutar da culinária local.

Negócios o Tempo Todo

Anjos - Tudo sobre estes seres em Dragon Ball Super
Reprodução: Dragon Ball Super

Os Anjos do multiverso de Dragon Ball são uma raça de criaturas humanoides de alturas e construções variadas, com pele azul pálida e cabelos de cor branca. Como assistentes dos Deuses da Destruição, seu traje formal consiste em longas túnicas adornadas com as cores e símbolos específicos de seu respectivo universo, além de um cajado e um halo em volta de seus pescoços, exceto pelo Grande Sacerdote, cujo halo está suspenso sobre sua cabeça.

Quanto à personalidade, a característica que a maioria dos Anjos compartilha é a indiferença. Isso foi visto várias vezes durante o Torneio do Poder, quando os Anjos na maioria das vezes não reagiam quando seus universos eram apagados e mantinham a mesma expressão séria em seus rostos.

O Anjo do Universo 9, Mohito, até deu um sorriso sinistro depois que seu universo foi destruído, o que parece ser bastante estranho, já que os Anjos podem ter passado efetivamente milhões de anos com seus Deuses da Destruição e Kais, semelhante à relação de Whis com Beerus.

Esse ponto é ainda mais exacerbado ao olhar para o Grande Sacerdote durante o torneio, já que ele manteve o mesmo sorriso frio em seu rosto. No entanto, isso nem sempre é o caso. Ao longo da série, os fãs viram que Whis é muito próximo de Beerus e do restante dos mortais do Universo 7, e esse sentimento parece ser compartilhado por Vados e pelo mais velho de todos os Anjos, Kusu, que ambos mostraram pesar visível quando seus universos e Deuses da Destruição foram apagados.

Os Anjos de Dragon Ball São MUITO Mais Fortes do que Parecem

Anjos - Tudo sobre estes seres em Dragon Ball Super
Reprodução: Dragon Ball Super

Os Anjos são inequivocamente os seres mais fortes em toda a franquia Dragon Ball, exceto pelo Grande Zen’o. Isso ocorre principalmente porque esses seres estão sempre em um estado perpétuo de Instinto Superior.

Ao contrário dos mortais como Goku, que só podem usar a técnica vinculando-a a uma transformação, é o estado natural dos Anjos, já que seus corpos estão sintonizados automaticamente com a técnica, o que significa que eles sempre podem usá-la sem pensar, mesmo fora das situações de combate.

No entanto, apesar de cada Anjo ter dominado a técnica do Instinto Superior, ainda existem graus de precisão. Por exemplo, o Instinto Superior de Merus supera em muito o de Goku devido à sua experiência e afinidade natural com a técnica, enquanto ao mesmo tempo, o Instinto Superior de Whis supera em muito o de Merus pelo mesmo motivo, com o do Grande Sacerdote sendo o mais preciso de todos.

Além disso, os Anjos têm muito mais habilidades que os colocam acima de todos os outros em poder. Eles têm acesso a habilidades de criação semelhantes às dos Supremos Kais e também foram mostrados com poderes místicos que não foram vistos por mais ninguém na série.

Para citar alguns, os Anjos podem manipular o espaço e o tempo, viajar bilhões de vezes mais rápido do que a velocidade da luz e até se teleportar entre diferentes universos e linhas do tempo. Eles também podem fazer todo tipo de matéria aparecer do nada e ressuscitar pessoas.

Seu cajado também pode ser usado para várias coisas, como comunicação instantânea por milhões de anos-luz e conjurar matéria. Além disso, eles também têm o poder de destruir planetas inteiros com facilidade a pedido de seu Deus da Destruição, como visto quando Champa pediu a Vados que destruísse um planeta no Universo 7, ao qual ela obedeceu com um simples toque de seu cajado.

Reprodução: Dragon Ball Super

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Vale ressaltar, entretanto, que o mangá continua sendo publicado mensalmente com aventuras inéditas.

Atualmente, o mangá de Dragon Ball Super está adaptando o filme Dragon Ball Super: Super Hero, onde Gohan e Piccolo assumem o protagonismo e deixam Goku e Vegeta treinando após estes terem sido derrotados por Black Freeza.

Você pode acompanhar o anime de Dragon Ball Super na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Já o mangá de Dragon Ball Super é publicado pela Panini no Brasil, e você pode comprá-lo aqui.

No post de hoje, vimos tudo sobre os Anjos de Dragon Ball Super.

Valteci Junior
Valteci Juniorhttp://criticalhits.com.br
Fã obcecado de Souls-like e curto uns FPS e animes