InícioAnimeTodos os Deuses da Destruição de Dragon Ball Super

Todos os Deuses da Destruição de Dragon Ball Super

Dragon Ball Super nos apresentou os Deuses da Destruição, seres poderosos capazes de destruir planetas num piscar de olhos, e todos eles são bem temidos em cada um de seus universos.

Confira aqui todos os Deuses da Destruição

Os Deuses da Destruição são seres onipotentes com vastas reservas de poder, permitindo que derrotem qualquer inimigo com pouco ou nenhum problema.

O fato de que Beerus nem sequer se esforçou durante seu confronto contra Goku quando foi introduzido pela primeira vez mostra o quão grande é a diferença entre os dois realmente, e fica claro que esses Deuses da Destruição estão em um nível de poder totalmente diferente do que os fãs já viram antes na série Dragon Ball.

12 Iwan

Todos os Deuses da Destruição de Dragon Ball Super
Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 1

Dada a grande quantidade de novos personagens introduzidos durante o Torneio do Poder, era de se esperar que nem todos pudessem passar tempo suficiente sob os holofotes. Como resultado disso, o personagem de Iwan sofre bastante. Não ajuda que sua aparência não transmita realmente um grande nível de poder.

O público pode supor que ele seja o Deus da Destruição mais fraco, com base apenas em quão pouco importante ele é. Sempre há a chance de que ele possa mostrar sua força em um arco futuro, mas as chances disso acontecer são praticamente nulas.

11 Arak

Todos os Deuses da Destruição de Dragon Ball Super
Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 5

Além de seu design de personagem horrendo, não há nada de notável em Arak. Ele simplesmente desempenha o papel de outro Deus da Destruição genérico que não traz nada de novo para a mesa.

Sua luta de treino pode ter sido interessante, mas essa cena simples não pode realmente transmitir se Arak é tão forte assim. Como resultado, sua classificação de poder sofre. Os fãs só podem esperar que os episódios futuros de Dragon Ball Super possam lançar mais luz sobre este personagem horrendo, mas, dada a grande quantidade de novos Deuses introduzidos no arco do Torneio do Poder, isso parece improvável.

10 Liquiir

Todos os Deuses da Destruição de Dragon Ball Super
Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 8

A maioria das pessoas esqueceria a existência de Liquiir depois do curto tempo de tela que ele desfruta no Torneio do Poder. Seu design genérico não o ajuda e o torna um dos Deuses da Destruição mais entediantes desta lista.

Não há nada notável que se possa dizer sobre este personagem esquecível. Basta dizer que a presença de Liquiir não vale a pena mencionar nos eventos de Dragon Ball Super. Dado como a história do mangá progrediu desde o final deste anime, é provável que esse personagem se torne nada mais do que uma nota de rodapé nesta grande série.

9 Rumsshi

Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 10

Rumsshi certamente tem um dos designs de personagem mais marcantes do programa. Ele é uma figura intimidante que não perde tempo em cumprir seus deveres como Deus da Destruição. É uma pena que Rumsshi realmente não desempenhe um papel importante em Dragon Ball Super.

Assim como os outros Deuses da Destruição introduzidos pela primeira vez, Rumsshi acaba caindo no esquecimento à medida que os eventos se desenrolam. Dito isso, ele é conhecido por ter os pulmões mais fortes do Universo. No entanto, os pulmões por si só não são suficientes para derrotar um inimigo, e parece que sua força não combina com esse poder um tanto estranho.

8 Giin

Todos os Deuses da Destruição de Dragon Ball Super
Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 12

Não há como negar que Giin tem muito potencial como um Deus da Destruição forte. Infelizmente, sua falta de tempo de tela significa que Giin não consegue cumprir esse potencial. Dado como Giin parecia ser benevolente, teria sido intrigante ver um Deus da Destruição que realmente valorizasse a vida humana. Infelizmente, seu papel no Torneio do Poder não foi tão proeminente.

Embora sua confiança seja impressionante, uma coisa que os fãs notaram sobre Giin é que ele é muito mais confiante no anime do que no mangá. É uma mudança pequena, mas notável, que sugere que ele poderia ser um pouco mais fraco no mangá do que na versão do programa.

7 Heles

Todos os Deuses da Destruição de Dragon Ball Super
Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 2

Heles é um dos Deuses da Destruição mais únicos. Seu design de personagem a faz parecer uma Cleópatra divina, o que provavelmente foi uma decisão consciente. Ela é um dos poucos Deuses da Destruição que realmente se importa com seus súditos, o que é uma raridade para qualquer ser divino nessa profissão.

Embora seu Universo ofereça uma boa luta, ele acaba sucumbindo à força de alguns dos Universos mais poderosos da série. No entanto, Heles não deixa seus últimos momentos serem de tristeza e arrependimento. Ela se despede com um sorriso no rosto!

6 Mule

Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 3

Mule é um Deus da Destruição bastante astuto. Ele sabe quando usar sua inteligência e sua força, tornando-se um adversário temível. O Universo que ele supervisionava acabou sendo eliminado durante o Torneio do Poder. Embora inicialmente esteja desapontado, ele se despede com a cabeça erguida.

Ele parece meio bobo quando fala de dentro de seu robô, Mosco, mas isso é apenas uma fachada que esconde sua verdadeira força. Ele é um Deus da Destruição extremamente inteligente e definitivamente pode vencer uma batalha de inteligência contra seus colegas.

5 Quitela

Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 4

Quitela é um dos Deuses da Destruição mais irritantes. Ele é extremamente astuto e não se importa em se rebaixar o máximo possível para fazer o trabalho.

A maneira patética como ele reagiu momentos antes de ser apagado foi prova suficiente de quão antipático ele é. Dito isso, sua personalidade manipuladora combina perfeitamente com seu grande nível de poder.

4 Sidra

Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 9

Sidra é outro Deus da Destruição forte e muito intrigante. Parece seguir as regras e nutre grande desdém por pessoas desrespeitosas como Goku. Era de se esperar que Sidra suportasse sua própria eliminação com elegância. E é precisamente o que ele faz, sem emitir um som antes de ser apagado por Zeno.

Dito isso, devemos dar crédito a este deus por ter poderes defensivos incríveis. Embora a maioria concorde que uma boa defesa faz uma ótima ofensa, o mesmo pode não se aplicar no reino divino em que Sidra opera.

3 Champa

Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 6

Além de Beerus, Champa desfruta do maior tempo de tela como um Deus da Destruição forte. Isso se deve ao fato de que ele está intimamente relacionado a Beerus e odeia seu irmão com paixão.

Champa é um Deus interessante, claramente escondendo um poder imenso que pode aniquilar todos com facilidade. Embora ele seja alvo de muitas piadas na série, isso não deve tirar o foco de sua personalidade imponente.

Talvez a única coisa que tire um pouco do brilho desse personagem seja que ele é praticamente uma cópia robusta de Beerus. Isso o relega a um papel mais cômico, o que o faz parecer menos intimidante em comparação com os outros Deuses desta lista.

2 Belmod

Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 11

O Universo 11 é considerado por todos como o mais forte de todos os Universos conhecidos. Portanto, é fácil entender por que o Deus da Destruição que reina sobre este universo é impressionante por si só.

O design de Belmod é outro aspecto marcante deste personagem. Ele parece uma versão do Coringa interpretada nos eventos de Dragon Ball Super, e ele faz sua presença conhecida sempre que está em destaque. Ele é conhecido por ser muito inteligente e por ter ataques mágicos complicados que podem ser difíceis de lidar. Embora a verdadeira extensão de seu poder ainda não tenha sido vista, não se pode negar que Belmod pode derrotar a maioria dos Deuses da Destruição se desejar.

1 Beerus

Reprodução: Dragon Ball Super

Universo 7

Dado o quão impressionante Beerus tem sido para alguém que governa um Universo fraco, é justo dar-lhe este lugar. Ele surpreendeu a todos durante a sessão de combate dos Deuses da Destruição ao mostrar quão poderoso é. Fica claro que os espectadores ainda não viram tudo o que Beerus é capaz, embora as chances de ele mostrar esse poder sejam pequenas, dado o quão destrutivo ele obviamente é. É possível que o universo inteiro que ele governa entraria em colapso se ele decidisse se esforçar ao máximo!

Sua introdução já é algo lendário, e parece que Beerus continuará a expandir sua incrível história. Apenas o tempo dirá quais novos truques ele apresentará no futuro.

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Vale ressaltar, entretanto, que o mangá continua sendo publicado mensalmente com aventuras inéditas.

Atualmente, o mangá de Dragon Ball Super está adaptando o filme Dragon Ball Super: Super Hero, onde Gohan e Piccolo assumem o protagonismo e deixam Goku e Vegeta treinando após estes terem sido derrotados por Black Freeza.

Você pode acompanhar o anime de Dragon Ball Super na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Já o mangá de Dragon Ball Super é publicado pela Panini no Brasil, e você pode comprá-lo aqui.

No post de hoje, vimos todos os Deuses da Destruição de Dragon Ball Super.

Valteci Junior
Valteci Juniorhttp://criticalhits.com.br
Fã obcecado de Souls-like e curto uns FPS e animes