Afinal, quem foi o vilão mais cruel de Naruto?

Quando falamos de vilões da franquia Naruto, a maioria dos fãs automaticamente pensa em Madara, Pain, Obito ou Orochimaru. No entanto, por mais que esses antagonistas realmente tenham causado muitos problemas no mundo ninja, nenhum deles foi tão cruel quanto Danzo.

Diferente dos outros quatro citados que eram enxergados como inimigos de Konoha, Danzo foi uma espécie de erva daninha que cresceu dentro de vila, cometendo inúmeras atrocidades enquanto se passava por aliado e difundia o seu distorcido discurso de proteger Konoha.

Somente liderando a Raiz, Danzo ordenou diversos assassinatos sem o conhecimento de Konoha, conspirou para matar Hiruzen Sarutobi e foi o principal arquiteto do Massacre Uchiha, que consequentemente provocou todo o ódio que Sasuke sentia pela vila.

Como se não bastasse, ele ainda trabalhou junto com Orochimaru para promover diversos experimentos com as células de Hashirama e roubou pelo menos 11 Sharingan, incluindo o de Shisui, que substituiu o seu olho direto.

Essa visão distorcida e fanática do que significativa proteger a vila o fez atuar pelas sombras em busca de alcançar o cargo de Hokage a qualquer custo, eliminando qualquer um que fosse uma mínima ameaça para o seu plano. No entanto, além de não ter conseguido atingir esse seu objetivo, Danzo será lembrado como um exemplo que não deve ser seguido, já que as suas formas de “manter” a paz apenas trouxeram mais ódio.

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, juntamente com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.