5 coisas que você provavelmente não sabia sobre Bleach

Por mais que Bleach seja uma das franquias mais reconhecidas do mundo dos animes e mangás, a obra de Tite Kubo teve uma crescente de popularidade este ano, principalmente por conta do seu spin-off, Burn the Witch, e do anúncio que o seu anime principal retornará para adaptar o último arco do mangá.

Dessa forma, com muitos conhecendo a franquia agora e outros aproveitando para retornar para esse mundo de Hollows e Shinigamis, resolvemos fazer uma pequena lista com algumas interessantes curiosidades da obra.

Confira abaixo 5 coisas que você provavelmente não sabia sobre Bleach:

O motivo da série se chamar “Bleach”

Diferente de franquias como Dragon Ball, One Piece e Naruto, que possuem nomes facilmente associados aos elementos da sua história, no caso de Bleach a associação com o seu nome pode não parecer muito óbvia. O motivo para isso é que originalmente Tite Kubo pensou em nomear a sua história como “Black”, em referência a cor das vestimentas do Shinigamis, mas achou o nome simples de mais e mudou para “White”, sugerindo que o preto seria uma cor complementar ao branco.

No entanto, como essa nome também não seria muito chamativo, Tite Kubo resolveu escolher “Bleach”, que em inglês significa alvejante ou o ato de branquear algo, mantendo a lógica de evocar a cor branca, mas de uma maneira não tão obvia.

O criador de Dragon Ball incentivou Tite Kubo

Por mais que Bleach tenha se tornado um dos maiores sucessos da Weekly Shonen Jump, originalmente o mangá foi rejeitado pela Shueisha, o que acabou deixando Kubo bastante desanimado. No entanto, quando o rascunho da história chegou às mãos de Akira Toriyama, o lendário criador de Dragon Ball, Toriyama escreveu uma carta para Kubo elogiando o seu trabalho e encorajando o autor. Posteriormente, a Shueisha acabou concordando em começar a serialização do mangá.

Rukia foi a primeira personagem concebida e era a protagonista da história

Originalmente, Bleach foi concebido por Tite Kubo pelo seu desejo de desenhar um Shinigami de quimono, e justamente por isso Rukia foi a primeira personagem que ele criou para esse mundo. Além de ter sido pensada como a protagonista, Rukia utilizaria uma foice e os demais personagens usariam armas de fogo, já que o primeiro nome da obra era “Snipe”.

Quase metade do anime é composto por episódios fillers

Mesmo sendo uma das mais populares obras do gênero shonen, a adaptação em anime de Bleach foi um pouco conturbada, com a qualidade da sua animação variando bastante ao longo da história e a série tendo aproximadamente 45% de episódios fillers.

A história trágica de Kon

Por mais que seja tratado como um alívio cômico ao longo da série, Kon, a alma modificada que habita o corpo de um leão de pelúcia, possui uma história um pouco trágica. Como revelado por Kubo em 2004 na edição 42 da Weekly Shonen Jump, Kon era uma versão falsa de Ponkichi, o personagem principal de um popular programa de TV chamado “Carnivore Kingdom” (Nikushoku Teikoku).

Assim, ele foi comprado no Festival da Cidade de Karakura para uma criança, em vez de uma versão oficial mais cara. No entanto, como a criança não gostou da cópia barata, ele o jogou fora.

Você pode assistir o anime de Bleach e Burn the Witch oficialmente com legendas em português através da Crunchyroll.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Confira também:

João Victor Albuquerque

Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e séries, mas sempre atrasado com todos eles.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade