SNK vs Capcom: Match of the Millennium – Review

Os anos 2000 foram a época de ouro da colaboração entre a SNK e a Capcom, e dentre os jogos lançados, um dos mais interessantes certamente foi SNK vs Capcom: Match of the Millennium para o NeoGeo Pocket Color. Mas será que ele resiste o teste do tempo? Pois é isso o que vamos avaliar neste relançamento do game para o Nintendo Switch.

Em SNK vs Capcom: Match of the Millennium, você tem a disposição 26 personagens para trocar pancadaria, sendo que 8 destes são secretos.

O jogo conta com uma boa seleção de lutadores de ambas as desenvolvedoras, e o sistema de combate dele é bastante semelhante ao que vimos em outros jogos que a SNK lançou para o NGP, como King of Fighters e Fatal Fury.

Além do modo história, o jogo ainda conta com uma série de minigames bem legais, inspirados em jogos famosos de ambas as desenvolvedoras, como Ghost and Goblins e Metal Slug.

Antes de analisar o jogo, temos que levar em consideração o hardware para o qual ele foi desenvolvido. Tendo isso em vista, é possível dizer que SNK vs Capcom: Match of the Millennium é um jogo realmente impressionante, afinal de contas, ele consegue colocar a complexidade dos jogos de luta dos irmãos mais velhos dele num produto portátil.

Assim como em outros jogos do NeoGeo Pocket Color lançados para o Nintendo Switch, SNK vs Capcom: Match of the Millennium conta com algumas opções como molduras gráficas, zoom na tela e assim por diante, já que tudo indica que todos estes jogos rodam a mesma versão do emulador.

Mas isso significa que o jogo é tão bom quanto, digamos, The King of Fighters 97? Não, de modo algum. O jogo é bastante simples e também com uma jogabilidade simples, mas muito melhor do que a maioria esmagadora dos jogos de luta portátil lançados na época que não os desenvolvidos pela SNK para o NeoGeo Pocket Color.

Nos dias de hoje, entretanto, um jogo destes certamente vale muito mais pela curiosidade do que para você pegar um jogo de luta novo e jogar centenas de horas aprendendo os principais comandos, matchups, combos e assim por diante. Dito isso, SNK vs Capcom: Match of the Millennium não é um jogo ruim, somente um jogo de luta ultrapassado em relação ao que há disponível hoje em dia.

Graficamente, é legal ver como SNK vs Capcom: Match of the Millennium conseguiu aproveitar bem as limitações do NGP e trouxe mais detalhes ao jogo do que outros games desenvolvidos pela SNK para esta plataforma. A trilha sonora do jogo deixa um pouco a desejar, e a ausência de vozes nos ataques realmente faz falta num jogo de luta.

Review elaborado com uma cópia do jogo para Nintendo Switch fornecida pela SNK.

Resumo para os preguiçosos

SNK vs Capcom: Match of the Millennium é um dos melhores jogos de luta para portátil lançado nos anos 2000. Isso significa que ele é imperdível? Não, significa que os jogos de luta da época não poderiam ser muito melhores do que ele é. O jogo vale muito mais pela curiosidade (ou pela nostalgia) já que, apesar de um acontecimento técnico impressionante para a época, não chega a ser tão divertido assim nos dias de hoje.

Nota final

65
Saiba mais sobre os nossos métodos de avaliação lendo o nosso Guia de Reviews.

Prós

  • Jogo de luta competente
  • Diversos personagens secretos
  • Minigames divertidos inspirados em franquias de suceso da SNK e da Capcom

Contras

  • Apesar de impressionante do ponto de vista técnico, o jogo de luta é bem ultrapassado
Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade