Sistema ‘Profiler’ será mais utilizado em Watch Dogs 2

Para muitos seria a parte mais legal do jogo. Quem não se lembra do hype train de Watch Dogs, falando sobre  como o jogo seria incrível e inovador, praticamente um “GTA Killer”, em parte pelo seu sistema que mostra a história e o perfil de todos os NPC’s, te dando informações que poderiam determinar quem você quer ajudar ou roubar via celular?

Esse era o Profiler, sistema que na prática foi muito inexplorado: Com pouquíssimo efeito na gameplay em si (se é que tinha algum efeito), o Profiler acabou não sendo mais do que um punhado de informações repetidas e aleatórias, mas isso vai ser mudado em Watch Dogs 2, segundo Jonathan Morin, diretor criativo do jogo.

Segundo ele, a ideia é tornar tudo o mais imersivo possível, e levar o Profiler “para o próximo nível” é uma das principais apostas da empresa nisso. “Nós temos uma grande oportunidade para fazer algo único e que pode trazer avanços para a indústria num geral. Você pode humanizar todas as pessoas ao seu redor, e iso pode ser o começo de algo grande”.

Apesar das declarações no mínimo intensas, nenhum detalhe sobre como o Profiler vai ser utilizado no próximo jogo foi revelado. O resumo pode ser: “estamos pensando em bastante coisa, não sabemos ainda o que fazer, mas a ideia tem potencial”. Espero que eles provem estar certos.

Vander Lissi

Vanderlei Rodrigues Lissi é colaborador do Critical Hits. Mascote da equipe, ele, que prefere ser chamado de Vander,talvez por não aguentar mais piadinhas na pré-escola com aquele técnico de futebol, até hoje ainda acha que Pokémon Stadium é o melhor jogo dos monstrinhos de bolso.

Publicado por