Estúdio responsável por Guild Wars 2 demitirá vários funcionários nos próximos dias

Depois dos quase 800 funcionários demitidos da Activision Blizzard na semana passada, infelizmente outro grande estúdio realizará uma demissão em massa.

A ArenaNet, desenvolvedora responsável por Guild Wars e Guild Wars 2, recentemente informou aso seus funcionários que nos próximos dias planeja realizar um grande processo de demissão.

Segundo relatado por uma fonte do Kotaku, embora a empresa não tenha divulgado os números exatos, rumores circulam que será uma porcentagem bem significativa em relação ao tamanho da desenvolvedora.

Songyee Yoon, CEO da NCSoft West, a empresa mãe da ArenaNet, enviou o seguinte e-mail aos funcionários.

“Nossa receita de jogos live está diminuindo à medida que nossas franquias envelhecem, atrasos no desenvolvimento de PC e dispositivos moveis drenaram mais dos nossos projetos de receita, enquanto nossos custos operacionais no Ocidente aumentaram. Onde estamos agora, a situação não é sustentável, e não nos prepará para o sucesso no futuro.”

O e-mail ainda complementa dizendo que a empresa planeja cortar custos em todas as áreas e começar um processo de “reestruturação e realinhamentos estratégicos”.

Em uma declaração fornecida ao IGN, a ArenaNet confirmou as demissões e afirma quem os serviços de Guild Wars e Guild Wars 2 não serão afetados.

Atualmente, trabalham na ArenaNet cerca de 400 funcionários e desde algum tempo o estúdio tem trabalhado em vários projetos ainda sem previsão de lançamento. No entanto, a fonte do Kotaku também diz que o lento progresso no desenvolvimento desses projetos combinado com a falta de lançamentos em 2018 e 2019 complicou a situação financeira da empresa.

O último grande lançamento da ArenaNet foi a expansão de Guild Wars 2 Path of Fire, que saiu em setembro de 2017

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade