Categorias: Cinema e TV

Este é o motivo pelo qual Sam Wilson e não Bucky Barnes foi escolhido para herdar o escudo do Capitão América em Vingadores: Ultimato

Vingadores: Ultimato marcou o encerramento da Saga do Infinito dentro do MCU, e com isso a história de diversos personagens também conheceu o seu ponto final.

Um desses personagens é o Capitão América, ao menos com Steve Rogers no manto. Ao final do filme vemos um Steve envelhecido, retornando ao seu tempo de origem após viver uma vida feliz ao lado de Peggy Carter.

Nessa volta, Steve passa o escudo símbolo do Capitão América para Sam Wilson, o Falcão, e muitos fãs se perguntaram porque ele não escolheu seu amigo de longa data Bucky Barnes para esta honra. Bucky sempre esteve ao lado de Steve desde a infância, e o Capitão chegou a arriscar sua reputação para defender o amigo durante os eventos de Guerra Civil.

A resposta para a escolha de Steve Rogers de passar o escudo para Sam foi dada por Joe Russo, um dos diretores de Vingadores: Ultimato:

“Eles são como irmãos mas são pessoas bem diferentes. Penso que Bucky sempre esteve propenso a ter sua mente corrompida, tomada por outra pessoa. Isso ainda não foi solucionado por ele, Sam tem seu livre arbítrio e acredito que ele tem uma ética semelhante à do Capitão.”

Além disso, Joe Russo afirmou que ao final de Vingadores: Ultimato ficou claro que Bucky não se importou com o fato de Steve ter passado o escudo para Sam:

“Bucky é um personagem que sofreu danos e que acredito que ele não queria o escudo. E eu penso que, definitivamente, Sam é um personagem com livre arbítrio e moralidade parecidos com os do Capitão América.”

Nas HQs, tanto Sam quanto Bucky já usaram o escudo e assumiram a identidade de Capitão América. E parece que a escolha de Steve Rogers no MCU foi bastante acertada levando-se em conta os pontos abordados por Joe Russo.

Disqus Comments Loading...

Este website utiliza cookies