NBA com arquibancadas virtuais transmitirá fãs em tempo real

Os aficionados pelo basquete o consideram muito mais que um esporte. Para eles, se trata de pertencer a uma comunidade que tem em comum a paixão coletiva pelo jogo e a capacidade de interagir com outras pessoas para torcer pelos times e jogadores preferidos.

Dessa forma, os jogadores são incentivados e estimulados em quadra com a energia pulsante que vem dos fãs nas arquibancadas. Apesar disso, essa temporada 2019/2020 da NBA (National Basketball Association) precisou ser reiniciada em 30 de julho sem a presença de torcedores.

Então, a liga de basquete mais famosa do mundo vem buscando alternativas para recriar a atmosfera que conecte jogadores e torcedores, encontrando uma opção no Microsoft Teams.

Sobre a tecnologia

A organização da NBA instalará diversos telões de mais de cinco metros em toda a arquibancada das arenas, que transmitirão a imagem de mais de 300 fãs ao vivo. E, para que a experiência seja ainda mais impressionante tanto para torcedores quanto para jogadores, a ferramenta da Microsoft utilizará o modo juntos, que é uma tecnologia de segmentação da inteligência Artificial que recorta a imagem das pessoas e as coloca em um cenário compartilhado.

Com ela, todos os torcedores aparecerão lado a lado nos telões instalados como se estivessem presentes na arquibancada, e o jogadores poderão observar suas reações em tempo real, da mesma forma como se estivessem no ginásio. Essa tecnologia surgiu como forma de diminuir o cansaço das videoconferências, utilizando diversos princípios científicos sobre cognição e percepção social, para dar a ideia que as pessoas pareçam estar juntas em um só local, em realidade virtual.

O avanço digital também está presente em outros setores, há cassinos online que aceitam jogadores brasileiros e permitem que os mais variados jogos sejam aproveitados do conforto de sua casa, e com eles você poderá enfrentar diversos adversários contando com uma ótima dose de desafio, emoção, adrenalina e diversão.

Além das imagens projetadas nas telas de LED, o áudio dos fãs virtuais também será reproduzido nos ginásios. “Estamos entusiasmados em fazer essa parceria com a Microsoft para incorporar virtualmente os fãs da NBA em nosso reinício da temporada. Essa experiência única de jogo ao vivo permitirá que os fãs mantenham um senso de comunidade enquanto assistem seus times e jogadores favoritos”, disse Sara Zuckert, chefe da Next Gen Telecast da NBA.

A temporada da NBA estava suspensa desde março e retornou no dia 30 de julho, sendo que todas as partidas serão realizadas em Orlando, Flórida. Além da plateia virtual, outra alteração será o posicionamento das câmeras, que estarão mais próximas às quadras, para “imitar” a visão que os torcedores teriam caso estivessem sentados nas arquibancadas. Além disso, as câmeras serão controladas por robôs.

La liga

Além da NBA, outra famosa liga de esportes que utilizou a tecnologia de arquibancadas artificiais foi a La Liga (Campeonato Nacional Espanhol de Futebol). O torneio que conta com grande equipes do futebol mundial como Real Madrid, Barcelona e Atlético de Madrid é um dos mais conhecidos do mundo e passou a utilizar imagens dos torcedores projetadas nos assentos dos estádios.

Além disso, também é possível ouvir os sons dos fãs graças ao acervo da Eletronic Arts Sports, responsável pelo jogo de videogames Fifa. Quem mora na Espanha tem a opção de assistir as partidas com ou sem as arquibancadas virtuais, porém a grande maioria dos espanhóis têm escolhido o novo recurso audiovisual. Assim como na NBA, o posicionamento das câmeras também foi alterado para garantir uma melhor experiência para os telespectadores.

Os xingamentos e reclamações estão proibidos, e os áudios utilizados só produzem vibrações positivas. A nova tecnologia tem feito tanto sucesso, que durante uma partida, um comentarista esqueceu que não havia uma torcida presente no estádio, e destacou a animação dos torcedores.

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Publicado por

Este website utiliza cookies