4 ótimos jogos do PS2 que você provavelmente não jogou

Amigos, muito bom dia, boa tarde ou boa noite. Curtindo a copa? Eu tô, e pra caramba. Mas não é esse o ponto do nosso artigo. Hoje eu vim dar continuidade ao artigo que eu postei na terça-feira sobre 4 jogos do PlayStation 1 que eram muito bons mas que acabaram passando meio que despercebidos por aí.

Hoje, vamos falar de alguns títulos do PS2 que se encaixam nessa categoria também. Afinal, o videogame foi um sucesso absoluto aqui no Brasil, dominando o mercado. Todo mundo lembra de jogar os clássicos, mas tem muita coisa boa que eu aposto que muita gente não viu.

No último artigo alguns leitores reconheceram alguns dos jogos que eu coloquei na lista. Será que hoje isso vai acontecer de novo?

Drakan: The Ancient’s Gates
Ação/Aventura

Esse ótimo jogo do PS2 misturava duas mecânicas de jogo: no ar e no chão. Enquanto em terra firme, o título lembra bastante um Tomb Raider, misturando ação, exploração e alguns quebra-cabeças. Já no ar, o jogo caga pra tudo e te colocava nas costas de um dragão, te dando o poder de incinerar absolutamente toda criatura que resolver aparecer na sua frente.

O jogo conta também com uma história de fantasia medieval com alguns elementos de RPG, como um sistema de quest e a a possibilidade de evoluir o protagonista, Rynn. Porém o foco maior é na exploração mesmo, não tanto na complexidade da história.

Haunting Ground
Survival Horror

Também conhecido como Demento no Japão, Haunting Ground é um título que te coloca na pele de uma jovem menina indefesa e desarmada, que possui apenas seu cachorro. Você deve guia-la para fora do castelo que ela está, resolvendo quebra-cabeças e, principalmente, fugindo dos seus perseguidores.

Esses inimigos são particularmente interessantes, já que eles sabem como assustar e encontram maneiras de lhe afetar psicologicamente. O jogo também conta com uma excelente ambientação e criação de atmosfera, realçando a sensação de vulnerabilidade.

Robot Alchemic Drive
Ação com mechs

R.A.D. tem uma dinâmica diferente dos outros jogos que contam com batalhas de robôs. Aqui, ao invés de estar no cockpit ou ter uma visão em terceira pessoa do mech, você é colocado do lado de fora dele, controlando os movimentos do robô pela perspectiva do humano no chão.

Assim, você precisa se posicionar da melhor maneira, buscando um ponto onde sua visão seja boa para poder controlar o mech, mas que não seja perto tão perto que você acabe morrendo. Conseguir perambular pelo cenário do chão, de um telhado ou do ombro do robô gera mudança interessante.

Contra: Shattered Soldier
Run-n-Gun

Como era de se esperar de um Contra, o jogo é absurdamente difícil. Felizmente, o título tem todos os elementos clássicos dos jogos anteriores com gráficos melhorados. Shattered Soldiers também conta com ótimas mecânicas novas, o que traz uma sensação de nostalgia misturada com surpresas.

O jogo também tem um excelente level design, que é não perdoa o estilo de jogo descuidado. Qualquer erro significa morte, mas com treino e habilidade é possível compreender os padrões dos inimigos e, assim, vencê-los.

E chega ao final do nosso artigo. Alguém aí jogou alguns dos jogos citados? Comentem aí se vocês lembram de algum outro. Abração!

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade