InícioAnimePor Que Toji Confiou Megumi a Gojo em Jujutsu Kaisen?

Por Que Toji Confiou Megumi a Gojo em Jujutsu Kaisen?

Embora Toji Fushiguro seja um favorito entre os fãs de Jujutsu Kaisen, nem mesmo seus fãs mais ávidos podem dizer que ele é um bom pai para seu filho, Megumi Fushiguro. Apesar disso, sua decisão mais impactante em relação à vida de Megumi acabou sendo para o melhor.

A decisão de confiar Megumi a Satoru Gojo pode parecer estranha à primeira vista para quem assistiu a Jujutsu Kaisen. Afinal, Gojo foi quem matou Toji. No entanto, Gojo se tornar o guardião de Megumi e tirá-lo das garras do clã Zenin talvez tenha sido uma das melhores coisas que poderiam ter acontecido ao jovem. Mas como Toji chegou a fazer a escolha impulsiva de confiar seu filho a um estranho que evaporou metade de seu torso da existência?

Toji e o Clã Zenin

Por Que Toji Confiou Megumi a Gojo em Jujutsu Kaisen?
Reprodução: Jujutsu Kaisen

Toji Zenin era único desde o momento em que nasceu. Toji veio ao mundo sem energia amaldiçoada, graças a uma restrição celestial que tirou sua energia amaldiçoada em troca de uma incrível destreza física. Devido ao fato de não ter energia amaldiçoada, ele foi ostracizado e negligenciado por sua família, frequentemente recebendo abusos de membros da família também.

Como resultado, Toji desenvolveu um profundo desprezo pelo clã Zenin à medida que crescia. Seu ódio pela família também o levou a odiar em geral o mundo dos jujutsu e seus feiticeiros.

Esse desgosto por sua família e pelo mundo ao seu redor o levou a se tornar o frio e calculista “Assassino de Feiticeiros”. Como Toji não tinha energia amaldiçoada para falar, ele se tornou o assassino perfeito, pois conseguia passar por qualquer barreira e qualquer forma de detecção de energia amaldiçoada.

Sua natureza invisível o tornava um fantasma, e sua incrível habilidade física o tornava a arma perfeita. Combinando esses dois fatos, Toji tinha a capacidade de assassinar qualquer feiticeiro de qualquer nível de habilidade no mundo, tornando-o altamente procurado no submundo dos jujutsu.

No entanto, ele conheceu uma mulher ao longo do caminho que o mudaria para melhor. Toji desertou seu clã e se casou com essa mulher, adotando seu sobrenome, Fushiguro. Ele e a mulher tiveram Megumi, a quem ele mesmo deu o nome. Durante esse período, ele também abandonou seu trabalho como assassino.

Assassinando a receptáculo da Estrela Plasma

Reprodução: Jujutsu Kaisen

Pouco tempo depois do nascimento de Megumi, sua esposa faleceu por causas desconhecidas. Quase imediatamente após sua morte, ele se tornou o homem de coração frio que era antes de conhecê-la. Ele montou uma venda que entregaria Megumi ao clã Zenin por uma certa quantia, dependendo de sua técnica amaldiçoada, e voltou a trabalhar como o assassino mais temido no mundo dos jujutsu.

Passou algum tempo antes que a Associação do Vaso do Tempo contratasse Toji para matar a receptáculo da Estrela Plasma, Riko Amenai, virando seu caminho diretamente para o de Gojo. Toji tinha o plano perfeito ao colocar uma recompensa com um limite de tempo na cabeça de Amenai.

Essa estratégia atraiu uma série de caçadores de recompensas em busca de lucro, forçando Gojo a usar constantemente sua técnica, o que o cansa se usada por longos períodos de tempo. O plano funcionou exatamente como ele esperava, e ele completou sua missão de assassinar Amenai, matando Gojo no processo.

Isso foi o caso até que ele viu um Gojo revivido e frenético diante dele, enquanto saía com a recompensa por sua missão cumprida. Cheio de orgulho e raiva com a sociedade e a família que o rejeitaram, ele lutou contra o recém-acordado Gojo, apesar de seus instintos lhe dizerem que claramente havia algo acontecendo. Seu instinto estava certo, e ele pagou as consequências, tendo metade de seu corpo eviscerado por um vazio roxo.

Quando Gojo lhe perguntou se ele tinha alguma última palavra, Toji de repente se lembrou de seu filho. Naquele momento, ele lhe disse que Megumi seria vendido para o clã Zenin e que ele poderia fazer o que quisesse com essa informação.

Toji sabia muito bem que Gojo era o único com o poder de impedir que a venda acontecesse, porque ele simplesmente era muito forte para que eles pudessem fazer alguma coisa a respeito.

Nos poucos segundos que teve antes de partir, tudo ficou claro para Toji. Ele percebeu que não queria que seu filho crescesse no mesmo ambiente em que ele cresceu e definitivamente queria dar um último golpe no clã Zenin, que o rejeitou durante toda a sua vida.

Jujutsu Kaisen (traduzido para Batalha de Feiticeiros no Brasil) é um mangá japonês escrito e ilustrado por Gege Akutami, e publicado na revista Weekly Shōnen Jump desde 5 de março de 2018.

Os capítulos individuais são compilados em volume tankobon, e publicados pela Shueisha desde julho de 2018. A série é licenciada e publicada no Brasil pela editora Panini. Os volumes estão sendo lançados mensalmente no momento, e você pode comprar o mangá de Jujutsu Kaisen aqui.

Jujutsu Kaisen conta a história de Yuji Itadori, um jovem gênio do atletismo que acaba juntando-se a um clube de ocultismo e então descobrindo ser o receptáculo perfeito para Ryomen Sukuna, a maldição mais poderosa de todos os tempos.

Os personagens de Jujutsu Kaisen são um dos grandes pontos altos deste mangá, que atualmente é um dos mais populares do Japão.

Um anime adaptando a história de Jujutsu Kaisen teve sua primeira temporada exibida em 2020 no Japão na Crunchyroll, com uma segunda temporada em exibição agora em 2023.

Ele é de resposabilidade da Mappa, mesma responsável pela temporada final de Shingeki no Kyojin. Já o mangá de Jujutsu Kaisen é publicado no Brasil pela Panini.

Valteci Junior
Valteci Juniorhttp://criticalhits.com.br
Fã obcecado de Souls-like e curto uns FPS e animes