Categorias: Anime

Pokémon Journeys explica por que o Pikachu de Ash não evolui

O anime Pokémon Journeys explicou por que o Pikachu de Ash não evolui, uma das grandes questões da série.

Assim como Ash que nunca envelhece, Pikachu parece ter parado no tempo e mantido sua forma, mesmo 20 anos após o inicio do anime.

A verdade é que desde o inicio, Pikachu nunca quis evoluir. No início da série, Pikachu batalhou contra o Raichu de Lt. Surge, o líder do ginásio da cidade de Vermillion, em Kanto.

Após sofrer uma derrota brutal, Ash oferece uma pedra do trovão para Pikachu evoluir, mas ele nega a oferta. Há algumas explicações/teorias que dizem que Pikachu não quis evoluir para não perder suas memórias com Ash e não mudar seu comportamento.

Em Pokémon Journeys, mais uma vez esta questão da evolução de Pikachu foi levantada. No episódio 13, ao batalhar contra um Drednaw em sua forma Gigantamax, Pikachu acaba absorvendo energia Dynamax, causando alterações físicas.

Neste processo, Pikachu acaba aumentando de tamanho e mudando de forma, atingindo a forma Gigantamax. As formas Gigantamax foram introduzidas nos games Pokémon Sword and Shield.

Mas o que isso significa? Bem, geralmente quem pode atingir a forma Gigantamax são os Pokémon que estão em sua última forma evolutiva. Ou seja, Pikachu não é capaz de evoluir!

Há outros Pokémon que também podem atingir seu limite máximo da linha evolutiva, como Meowth e Eevee – sendo então capazes de atingir a forma Gigantamax.

E então, você sabia por que o Pikachu de Ash não evoluía? Tem alguma teoria?

Não esqueçam de compartilhar este post e deixar seus comentários!

O anime de Pokémon é dividido em séries cronologicamente sequenciais no Japão, cada uma delas retratando uma das gerações de monstrinhos do jogo.

No anime, acompanhamos as aventuras de Ash, que tem o sonho de se tornar o melhor treinador de Pokémon de todos os tempos, Pikachu, o fiel amigo dele, e seus companheiros.

Ao todo, o anime conta com mais de 23 temporadas, e pode ser assistido na Netflix.

Confira também:

Este website utiliza cookies