Mãe e filho são presos no Japão por fraude usando produtos de Pokémon

No Japão, mais especificamente na cidade de Miki uma mãe e seu filho foram presos por revenderem produtos falsificados de Pokémon. A prisão dos dois foi anunciada pela polícia japonesa no dia 10 de setembro.

O filho trabalhava em um escritório e a mãe era trabalhadora a tempo parcial. E desde o ano passado, ambos estavam comprando produtos falsificados de Pokémon da China e os vendendo em sites de e-commerce para clientes no Japão.

Mãe e filho são presos no Japão por venderem produtos falsificados de Pokémon

O esquema dos dois consistia em comprando cartas colecionáveis de gamecards de Pokémon falsificadas por US$6,60 cada pacote e os revendiam por quase US$30. Sendo assim, podemos dizer que o lucro deles foi bem alto.

Na operação em família, o filho era encarregado de comprar os produtos falsificados e o trabalho da mãe era enviá-los aos compradores no Japão. Então, podemos dizer que era algo bem organizado entre os dois.

Apenas com esse esquema, os dois conseguiram lucrar mais de 18 mil dólares em menos de um ano. Afinal, eles venderam os produtos e obtiveram mais de 300% de lucro por item vendido.

Quando foram detidos pela polícia, ambos admitiram a culpa pelo crime e a justificativa foi que o filho queria arranjar mais dinheiro para a família. Mas a mãe estava mais preocupada em dar mais dinheiro para o filho. “Eu fiz isso para ganhar dinheiro“, disse o filho.

Já a mãe não queria dinheiro para si, mas queria ajudar o filho. Ela disse o seguinte: “Eu fiz isso porque eu queria que o meu filho ganhasse dinheiro“.

Confira também:

O anime de Pokémon é dividido em séries cronologicamente sequenciais no Japão, cada uma delas retratando uma das gerações de monstrinhos do jogo.

No anime, acompanhamos as aventuras de Ash, que tem o sonho de se tornar o melhor treinador de Pokémon de todos os tempos, Pikachu, o fiel amigo dele, e seus companheiros.

Ao todo, o anime conta com mais de 23 temporadas, e pode ser assistido na Netflix.