Anime

Ilustrador de Dragon Ball Super revela uma inesperada ligação entre Moro e Piccolo Daimaoh

Embora Akira Toriyama esteja sempre supervisionando o mangá de Dragon Ball Super, as ilustrações e boa parte da história são de responsabilidade de Toyotaro, mangaká que é considerado pelo próprio Toriyama como o seu sucessor.

Acontece que recentemente o fandom da franquia redescobriu uma entrevista de Toyotaro datada do final do ano passada, em que ele fala um pouco mais sobre o seu trabalho colaborativo com Toriyama no arco dos Prisioneiros de Patrulha Galáctica e de onde partiu a sua ideia para criar Moro.

Segundo a tradução feita pelo usuário do Twitter conhecido como @Cipher_db, Toyotaro desejava que Moro fosse “completamente mal”, de uma maneira que não houvesse como ele se redimir no futuro.

“Ele queria que Moro fosse completamente mal – um cara que, assim como o Piccolo Daimao, você podia olhar e sentir instantaneamente que ele tinha que ser derrotado. Ele não queria deixar a sensação de que este era um vilão que poderia acabar se tornando um aliado depois.”, explicou o ilustrador.

“Para conseguir isso, ele baseou o design de Moro no estilo de demônios ocidentais e deu a ele uma capa invocativa de um ceifador.”

Além do seu visual que é realmente bem diferente de tudo que já vimos na franquia, o fato de Moro conseguir drenar a energia vital de qualquer ser vivo também é algo feito especificamente para contra-atacar as diversas transformações em Super Saiyajin de Goku e Vegeta.

O anime Dragon Ball Super atualmente se encontra em hiato desde março de 2018, quando finalizou o arco do Torneio do Poder. No mangá, a história continua sendo contada normalmente em um novo arco que ocorre após os eventos do filme Dragon Ball Super: Broly.

O anime pode ser assistido na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade