Fã reimagina as Bijuus de Naruto como Pokémon e o resultado é incrível

Responda rápido: o que as Bijuus de Naruto têm a ver com Pokémon? Nada? Bom, hoje nós provamos que elas têm sim.

A influência de Naruto Shippuden na cultura ocidental talvez só seja menor quando comparada com o sucesso da Pokémon. Ambas as séries tornaram-se verdadeiras febres fora do Japão e movimentam milhares de dólares até hoje, anos após suas estreias.

Mas já pensou se tivéssemos um cross-over entre elas?

Pois é, infelizmente as chances de vermos algo assim de maneira oficial é realmente baixa. Mas isso não quer dizer que não possamos conferir o trabalho de fãs talentosos, que dedicaram parte do seu tempo para imaginar uma mistura entre Naruto Shippuden e Pokémon.

É o caso da artista @SuperWarioman, que resolveu compartilhar sua visão de como as Bijus de Naruto Shippuden ficariam caso fossem Pokémons, na sua página no DeviantArt.

Confira as Bijuus de Naruto como Pokémon

Só falta agora um outro artista igualmente talentoso, se dar ao trabalho de recriar os 150 Pokémons iniciais como se fossem Bijuus de Naruto! Quem topa?

Confira também:

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017 e contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e então resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime tem 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), e finaliza a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi. Além disso, o anime preparao terreno para a continuação direta da história.

Você pode acompanhar Naruto na íntegra no Crunchyroll. Além dele, o serviço conta com com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

João Víctor Sartor

João Víctor Balestrin Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.

Publicado por