Estes são 4 problemas sérios que Naruto Shippuden enfrentou

Quando uma série se estende por tanto tempo como Naruto, é natural que uma quantidade considerável de problemas acabem surgindo ao longo do caminho e afetem a qualidade final da produção.

Com Naruto Shippuden não foi diferente, e após o seu início vimos que uma boa parte dos conceitos explorados durante a fase clássica começaram a ser alterados de maneira drástica, tanto para o lado positivo quanto para o negativo.

Mas hoje falaremos de alguns problemas que afetaram negativamente Naruto Shippuden ao longo do tempo. Confira abaixo 4 problemas sério que a série enfrentou.

Animação

Por mais que Naruto Shippuden tenha apresentado alguns episódios com animação fantástica, em alguns deles o resultado ficou bem abaixo do esperado.

Parecia até que a equipe de produção precisava compensar os custos gastos em excesso em determinado episódio diminuindo drasticamente a qualidade de outros ao longo de um ano em específico. Para uma série tão longeva e constante como Naruto, isso afetava diretamente o fandom e deixou muita gente indignada e insatisfeita.

A obsessão de Naruto por Sasuke

No final de Naruto Shippuden ficamos sabendo da existência do ciclo de Indra/Ashura e de como isso afetava o relacionamento entre Sasuke e Naruto. Porém durante um bom tempo a falta dessa explicação tornou a obsessão de Naruto pelo ex-companheiro de time um verdadeiro pé no saco de se acompanhar.

Em partes isso prejudicava o andamento da narrativa pois dava a impressão de que a história poderia evoluir para pontos mais importantes, mas preferia focar no relacionamento dos dois. As vezes realmente não fazia sentido ver a Akatsuki ter toda a liberdade para trabalhar em seus planos enquanto Naruto e os demais corriam desesperadamente atrás de Sasuke.

Descaso com os personagens secundários

Durante a fase clássica de Naruto, os personagens secundários desempenham um baita papel na história. Era como se cada um tivesse um papel e funcionasse como um alicerce do enredo, o que tornava o desenrolar muito mais dinâmico, com diversos pontos de vista e tudo mais.

Porém em Naruto Shippuden isso foi praticamente jogado para o alto. A maioria dos personagens secundários acabaram sendo ignorados e o foco ficou somente em Sasuke e Naruto. Isso não foi necessariamente ruim uma vez que Naruto Shippuden também encontrou sua própria identidade, mas fez muita gente sentir falta do estilo antigo, onde cada arco era compartilhado por inúmeras visões diferentes.

Flashbacks

De uns tempos pra cá parece que a maioria das série maiores de anime começou a sofrer inserções exageradas de flashbacks no meio dos episódios – One Piece que o diga!

A prática é sempre útil para manter o espectador atualizado sobre o que aconteceu e sobre as motivações do personagem. O problema é que muitas vezes o recurso é utilizado “na malandragem”, para ganhar tempo de tela, e um episódio que deveria ter 22 minutos de conteúdo novo acaba apresentando nem metade disso em alguns casos, uma vez que recicla cenas de episódios passados.

Confira também:

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017 e contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e então resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime tem 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), e finaliza a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi. Além disso, o anime prepara o terreno para a continuação direta da história.

Você pode acompanhar Naruto na íntegra no Crunchyroll. Além dele, o serviço conta com com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

João Víctor Sartor

João Víctor Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade