Este é o motivo pelo qual Kabuto não reviveu o Terceiro Mizukage na Guerra de Naruto

O momento em que Kabuto aparece utilizando o Edo Tensei durante a Grande Guerra Ninja em Naruto Shippuden, é, ao mesmo tempo, espetacular e confuso. Espetacular porque acabamos tendo um imenso fanservice por parte de Masashi Kishimoto que resolveu trazer uma série de personagens lendários de volta a vida. Mas confuso, porque algumas ressurreições não parecem fazer muito sentido.

Uma delas por exemplo, diz respeito à Yagura Karatachi, o Terceiro Mizukage da Vila Oculta da Névoa. Yagura era conhecido por ser um ninja poderoso, tanto que conseguiu lidar com Itachi e Juzo Biwa, quando estes tentaram captura-lo para remover o Três Caudas.

Mas se ele era tão poderoso, por que não foi revivido por Kabuto?

Acontece que mesmo sendo considerado poderoso, Yagura em teoria, não era tão forte quanto o Segundo Mizukage, Gengetsu Hōzuki. Por isso, Kabuto parece ter preferido apostar suas fichas no antecessor de Yagura, ao mesmo tempo em que invocou Mu, o Segundo Tsuchikage, já que ambos morrem justamente enquanto lutavam entre si.

Além disso, apesar de todo talento de Yagura, vale lembrar que parte de suas habilidade dependia diretamente do Três Caudas, algo que ele já não possuiria mesmo que ressuscitado.

Confira também:

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017 e contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e então resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime tem 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), e finaliza a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi. Além disso, o anime preparao terreno para a continuação direta da história.

Você pode acompanhar Naruto na íntegra no Crunchyroll. Além dele, o serviço conta com com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

João Víctor Sartor

João Víctor Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade