Categorias: Anime

Entenda o motivo pelo qual Itachi não recuperou o olho de Shisui após bloquear o controle de Kabuto em Naruto Shippuden

Durante a parte inicial da Quarta Guerra Mundial Shinobi em Naruto Shippuden, Kabuto utilizou o Edo Tensei para ressuscitar diversos ninjas poderosos, incluindo os antigos membros da Akatsuki, como Nagato, Kakuzu, Sasori, Deidara e Itachi.

No entanto, entre eles, Itachi foi o único que conseguiu negar o controle de Kabuto, já que anteriormente ele havia armazenado em Naruto um dos seus corvos que estava com o olho de Shisui Uchiha e reagiria utilizando o Kotoamatsukami a qualquer usuário que tentasse controlá-lo com o Mangekyo Sharingan.

Dessa forma, Itachi foi controlado pelo seu próprio genjutsu, que superou o Edo Tensei de Kabuto e tinha como única ordem proteger Konoha. No entanto, para alguns fãs pode ter ficado a dúvida do motivo de Itachi ter destruído o corvo e consequentemente o olho restante de Shisui após todo esse processo.

Embora a razão não fique muito clara no anime, naquele momento o olho de Shisui não teria nenhuma serventia, já que após ser utilizado por um animal ou um não-Uchiha o olho leva cerca de 10 anos para se regenerar.

Dessa forma, como Itachi sabia que o olho de Shisui era uma arma poderia e até já havia sido utilizado por Danzo, então, ele concluiu que a melhor decisão seria realmente destruí-lo para não permitir que ninguém tivesse acesso a esse poderoso genjutsu.

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime conta com 500 episódios, finalizando a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi e preparando o terreno para a continuação direta da história.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, juntamente com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Este website utiliza cookies