Anime

Criador de Attack on Titan pediu para que uma cena de Falco fosse incluída no anime

Estreando oficialmente no dia 6 de dezembro, a quarta e última temporada de Attack on Titan (Shingeki no Kyojin) já começou cheia de ação, com o seu primeiro episódio se focando inteiramente na batalha do exército de Marley para conquistar o Forte Slava.

No entanto, além desse episódio adaptar diretamente dois capítulos do mangá, algumas cenas adicionais foram incluídas, e aparentemente uma delas foi um pedido feito pelo próprio Hajime Isayama, o criador de Attack on Titan.

A informação foi compartilhada no Twitter pelo usuário conhecido como @shingeki__kun e traduzida pela conta @AoTWiki. Como você pode conferir nas imagens abaixo, a cena em questão ocorre logo nos primeiros minutos de episódio, quando Falco parece desorientado após ser atingido na cabeça.

Ainda um pouco confuso, Falco diz o seguinte: “Eu não estava voando com uma espada agora? Tipo, whoos! E havia Titãs que eu..”. Antes de concluir a sua segunda frase, ele é interrompido por Gabi jogando água na sua cabeça.

Para os fãs que só acompanham o anime, a fala de Falco pode parecer um pouco sem sentido e apenas uma alucinação, mas aqueles que estão em dia com o mangá sabem muito bem a razão para Isayama ter pedido para que essa cena fosse adicionada.

ATENÇÃO, O PRÓXIMO PARÁGRAFO POSSUI SPOILERS ATÉ O CAPÍTULO 135 DO MANGÁ DE ATTACK ON TITAN!

Caso você não esteja lembrando, essa fala de Falco é na verdade um foreshadowing diretamente conectado com o capítulo 135, onde é confirmado que o Titã Mandíbula herdado por Falco realmente possui a capacidade de voar, com ele chegando no momento decisivo para salvar Mikasa, Reiner, Jean, Connie e Levi.

Você pode assistir oficialmente as quatro temporadas de Attack on Titan com legendas em português através da Crunchyroll.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Confira também outras notícias de Attack on Titan:

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade