Boruto 184 – Uma morte dolorosa

O episódio 184 de Boruto: Naruto Next Generations foi exibido neste domingo no Japão.

Como de costume, trazemos nossos comentários sobre ele.

Nesta semana, o Episódio adaptou o Capítulo 19 do mangá, onde vimos o reencontro entre Konohamaru e o Time 7, além da traição de Ao e o combate contra este adversário. Neste capítulo, um personagem querido dos fãs acaba sendo morto.

Assista à análise de Boruto 184

Gostou do vídeo? Inscreva-se no nosso canal do Youtube!

Confira a sinopse de Boruto 184 – Marionetes

Konohamaru e Mugino desapareceram durante uma missão. O time 7, junto com Katasuke e Chamaru, o Cachorro Ninja, vão ao local onde eles perderam a comunicação com a base e foram atacados por marionetes misteriosas. Acreditando que estas marionetes são Ferramentas Científicas avançadas, Katasuke luta contra elas com as ferramentas dele. Depois de desligarem as Marionetes, Chamaru ajuda Boruto e os outros a encontrarem a localização de Konohamaru e Mugino, mas assim que eles o fazem, Ao também os encontra.

Confira também

Boruto: Naruto Next Generations é a sequência direta de Naruto Shippuden, tanto no anime quanto no mangá.

Nesta nova história, acompanhamos Boruto, filho de Naruto. Juntamente com seus colegas de Time 7, eles vivem novas aventuras e interagem com antigos e novos personagens da franquia.

Apesar do anime ainda estar contando a história de Boruto jovem, ele conta com alguns bons arcos, trazendo Naruto e Sasuke de volta, e histórias onde o jovem é o grande protagonista.

No post de hoje, trouxemos nossa análise do Episódio 184 de Boruto.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll e ganha novos capítulos toda semana.

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade