Afinal, a tecnologia tornará os ninjas obsoletos em Boruto?

Uma das grandes mudanças que Boruto fez em relação a Naruto foi o avanço da tecnologia, e muitas pessoas se perguntam se isso deixaria os ninjas inúteis. Afinal, isso é uma possibilidade real?

A vila da folha deu um salto tecnológico significativo entre os acontecimentos de Naruto e Boruto: Next Generations. Agora nós vemos uma tecnologia que antes ninguém sonhava que existira nesse universo.

Afinal, a tecnologia tornará os ninjas obsoletos em Boruto?

O avanço tecnológico não apresenta nenhuma ameaça aos ninjas, é muito pelo contrário! Agora os ninjas tem poderosas ferramentas em mãos que os ajudarão nas suas missões, em seus treinos e na segurança da sua vila.

A adição da tecnologia em Boruto foi um acerto criativo, já que os novos protagonistas lidarão com coisas que Naruto não teve que passar. E isso faz com que a jornada de Boruto seja diferente da que nós já estamos acostumados.

É claro que nem tudo são flores, como vimos o Boruto foi eliminado por trapacear em seu exame Chunnin uma vez. Já que essas ferramentas não necessitam de nenhum tipo de técnica ou aprendizado, portanto são proibidas nesse tipo de exame.

Confira também

Boruto: Naruto Next Generations é a sequência direta de Naruto Shippuden, tanto no anime quanto no mangá.

Nesta nova história, acompanhamos Boruto, filho de Naruto. Juntamente com seus colegas de Time 7, eles vivem novas aventuras e interagem com antigos e novos personagens da franquia.

Apesar do anime ainda estar contando a história de Boruto jovem, ele conta com alguns bons arcos, trazendo Naruto e Sasuke de volta, e histórias onde o jovem é o grande protagonista.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll e ganha novos capítulos toda semana.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

Valteci Junior

Valteci Junior é editor no Critical Hits

Publicado por
Tags: BorutoNaruto

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade