Categorias: Tech

MEGA.nz é bloqueado em todo o Brasil por ordem judicial

Uma ação judicial proferida no último dia 12 determinou o bloqueio do site MEGA.nz em todo o território nacional e os provedores de internet brasileiros já começaram a cumprir a decisão judicial. A ordem também vale para os Alfastream, Akugyash, Centreliguistique, Oload, Verystream, Fembed, Ruvid, Clipwatching e Videoshare.

O processo no qual os bloqueios foram demandados corre em segredo de justiça e as operadoras intimadas a impedir o acesso dos internautas brasileiros ao site MEGA.nz são Claro, Oi, Vivo-Telefônica e Algar Telecom. As operadoras TIM e SKY ficam de fora da lista de intimações.

Não é possível saber quem entrou com o processo judicial, mas sabemos que ele trata de informação ao direito intelectual e industrial. Segundo a ordem expedida pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, usuários do MEGA.nz estão impossibilitados de acessar arquivos e documentos hospedados no site.

A própria conta do MEGA no Twitter se pronunciou sobre isso, questionando a Vivo sobre o bloqueio dizendo que ele teria sido implementado por meio de DNS (a ligação entre o nome que se busca e o site).

No Facebook alguns usuários testaram se ainda era possível acessar o site de armazenamento de arquivos. Segundo os relatos, em algumas regiões em que a Claro cumpriu a ação judicial, o bloqueio é feito por IP. Ou seja, ainda é possível acessar o site por meio de VPN (serviço que esconde o IP do dispositivo) ou pelo próprio app do MEGA. No caso da Vivo, o site foi bloqueado por DNS.

Disqus Comments Loading...

Este website utiliza cookies