Reviews

Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba – The Hinokami Chronicles – Review

Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba é um dos maiores senão o maior anime da atualidade, e é claro que a obra iria capitalizar com um jogo. Mas será que Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba – The Hinokami Chronicles vale a pena? É o que vamos descobrir hoje.

Em Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba – The Hinokami Chronicles, você joga os primeiros arcos da história de autoria de Koyoharu Gotouge, ou seja, exatamente o que o anime traz até o final do primeiro filme da obra, com o arco do Trem do Infinito.

Em cada uma das fases, você terá a história do anime sendo contada numa série de cutscenes iniciais até que a ação comece de fato. Depois disso, você controlará o personagem pelo mapa enquanto explora os cenários e conversa com NPCs para desbloquear conteúdos bônus como conversas, animações, ilustrações e assim por diante.

Além disso, nestes cenários você também encontra os Kimetsu Points, que são uma espécie de moeda que serve para desbloquear mais extras dentro do jogo, como músicas e falas.

Conforme você avança pelos mapas dos capítulos, você vai encontrar demônios que deve enfrentar, e é aí que o jogo realmente começa, já que Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba – The Hinokami Chronicles é um jogo de anime de luta.

No que diz respeito ao sistema de batalha, eu achei o jogo bastante simples. Você ataca com um botão, usa especiais com outro, desvia dos ataques com mais um, pula com outro e finalmente se defende com um último botão.

Infelizmente, o sistema de combate não me pareceu nada profundo, e os comandos dos personagens parecem mais algo aleatório do que realmente preciso. Por exemplo: Tanjiro possui a Respiração da Água ao começo do anime, e esta possui 10 formas. Para executar conscientemente estas 10 formas, você precisa fazer comandos que nem sempre parecem tão precisos assim, e muitas vezes você acaba só conseguindo fazer as formas 1, 2 e 8.

Ainda assim, os combates do jogo são bastante simples, e dificilmente você vai realmente passar por alguma dificuldade enfrentando os demônios do jogo. Ao final de cada combate, você contará com uma série de quick time events para acertar o golpe decisivo que vai decapitar o demônio que você está enfrentando.

Concluída a luta, você ganha uma nota que vai até a letra S, e caso você obtenha a nota S em todas as lutas de um capítulo, você ganha uma conquista a mais nele, incentivando você assim a rejogar os combates para fazer isso.

Ao todo, Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba – The Hinokami Chronicles conta com 18 personagens que você vai desbloqueando na história, sendo estes os que comparecem na primeira temporada do anime e no filme Mugen Train, como Gyiu Tomioka e Kiojuro Rengoku.

Graficamente, Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba – The Hinokami Chronicles é um jogo bonito, que traz visuais bastante fiéis ao anime, e animações bem feitas. Não que o jogo seja o mais bonito jogo de anime que vimos por aí, mas ele faz um serviço competente nesse departamento.

No departamento sonoro, o jogo de Kimetsu traz as opções de dublagem americana e japonesa. Infelizmente, o jogo não tem opção de legendas em português, deixando nosso público daqui meio órfão caso não tenha domínio do idioma americano.

Mas e aí, Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba – The Hinokami Chronicles vale a pena?

Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba – The Hinokami Chronicles é um jogo que não tenta revolucionar a fórmula de jogos de anime. Ele traz bastante conteúdo e fanservice, mas conta com um sistema de combate bastante raso e simples, que acaba não empolgando muito. Além disso, o jogo também não conta com legendas em português, o que pode acabar diminuindo bastante a graça para quem não domina o idioma.

Review elaborado com uma cópia do jogo para Xbox Series X fornecido pela SEGA dos Estados Unidos.

Resumo para os preguiçosos

Demon Slayer – Kimetsu no Yaiba – The Hinokami Chronicles é um jogo que não tenta revolucionar a fórmula de jogos de anime. Ele traz bastante conteúdo e fanservice, mas conta com um sistema de combate bastante raso e simples, que acaba não empolgando muito. Além disso, o jogo também não conta com legendas em português, o que pode acabar diminuindo bastante a graça para quem não domina o idioma.

Nota final

70
Saiba mais sobre os nossos métodos de avaliação lendo o nosso Guia de Reviews.

Prós

  • Bastante fiel ao anime e ao mangá de Kimetsu no Yaiba
  • Diversos personagens para desbloquear
  • Bastante conteúdo extra

Contras

  • Sistema de combate simples demais
  • Tanjiro é muito lento para correr pelos mapas do modo história
  • Sem dublagem ou legendas em português

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade