Games

Shigeru Miyamoto critica modelo de jogos free-to-play com microtransações

Recentemente, durante a Computer Entertainment Developers Conference 2018, Shigeru Miyamoto, um dos criadores de The Legend of Zelda e Super Mario, criticou o modelo free-to-play com microtransações adotado por grande parte do mercado de games da atualidade.

Segundo ele, a Nintendo está tentando manter preços razoáveis e fixos para os seus jogos, fugindo da tendência das microtransações (via VG247).

“Temos sorte de ter um mercado gigantesco, então nosso pensamento é que , se conseguirmos entregar jogos a preços razoáveis para o maior número possível de pessoas, teremos grandes lucros.”

Sobre o mercado mobile, Miyamoto reconheceu que é bastante complicado manter jogos com um preço fixo em um ambiente que é praticamente dominado pelo modelo free-to-play.

“Não posso dizer que o nosso modelo de custo fixo tenha sido realmente um sucesso. Mas vamos continuar o impulsionando até que ele seja uma realidade. Dessa forma, todos podem desenvolver jogos em um ambiente confortável. Aos nos concentrarmos em trazer games para o maior número possível de pessoas, podemos continuar impulsionando nosso mercado de jogos mobile.”

A discussão sobre free-to-play e no tratamento de jogos como um serviço é longa, mas já era de se esperar que a Nintendo assumisse uma posição contra esse modelo de negócio, mesmo que atualmente ele esteja no seu auge, com jogos como Fortnite, Dota 2 e League of Legends tendo uma base de jogadores imensa.

Atualmente a Nintendo possui três jogos mobile, Fire Emblem Heroes e Animal Crossing adotam o modelo de microtransação, enquanto Super Mario Run pode ser baixando gratuitamente mas você precisa pagar para adquirir a versão completa do jogo.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade