O ciclo de criação de novos hacks e banimentos no PUBG parece não ter fim. Em dezembro do ano passado, uma equipe do PUBG conduziu uma investigação global em todos os jogadores profissionais de PUBG atualmente ativos” para ver se algum deles estava usando algum tipo de cheat ou hack que até recentemente era muito difícil de detectar.

Acontece que vários destes jogadores estavam realmente usando este cheat, e agora receberam grandes banimentos do game.

O cheat em questão, é basicamente um hack de radar que usa um VPN para ler pacotes de dados do jogo que estão sendo enviados aos servidores, ao invés de ler os arquivos do jogo (como acontece normalmente), e é por isso que foi tão difícil de detectá-lo. Este hack permite que os jogadores vejam a localização de seus oponentes em uma tela separada da que eles estão jogando.

Uma grande onda de banimentos em relação a esses cheats começou um pouco antes do Natal, com mais de 30 mil jogadores, incluindo quatro profissionais e suas equipes. Porém só no início desta semana mais 10 profissionais foram pegos e suspensos, junto de outros jogadores que apesar de não estarem diretamente envolvidos, sabiam que seus colegas de equipe estavam usando o cheat mas não fizeram nada à respeito.

A maioria dos jogadores que foram pegos tomaram banimentos de três anos do jogo, enquanto uma das equipes perdeu sua vaga na Contenders League, já que dois dos jogaodores que estavam usando o cheat (e os outros dois que sabiam) eram daquela equipe. Outras equipes afetadas devem trocar seus jogadores suspensos antes de poderem continuar na competição.

Você pode conferir a nota oficial do PUBG sobre o assunto em inglês, clicando aqui.

Gostou do post? Curta nossa página no Facebook e receba todas as nossas últimas novidades!

Gostou? Compartilhe!


Você já ouviu o Critical Cast dessa semana?