id Software responde às críticas feitas à Interface de Usuário de Doom Eternal

Durante a E3 deste ano tivemos a oportunidade de ver um pouco mais de Doom Eternal em ação. O game conta com ação frenética e um visual incrível, mas mesmo assim um pequeno detalhe destacou-se negativamente perante o público: a interface.

A grande crítica envolvendo a UI seriam suas cores altamente saturadas. Alguns fãs reclamaram que o estilo colorido não combina com a pegada do game, mais ou menos como aconteceu com Diablo 3 antes do lançamento.

Ok, é um tanto esquisito ver a interface tão colorida daquele jeito, mas será que ela de fato impacta tanto assim a experiência? Bem, segundo o Diretor Criativo Hugo Martin e o Produtor Executivo Marty Stratton, sim, ela impacta.

Martin defende que a UI foi desenvolvida daquele jeito para facilitar as coisas para o jogador, já que ele estará em constante movimento pelo cenário e precisará estar de olho aberto para qualquer estímulo visual. Martin relaciona a experiência com “estar movimentando-se à 200 milhas por hora”, e que por isso a interface precisa obter destaque, se não, você morre.

Doom Eternal ainda esta em fase de desenvolvimento e as coisas podem mudar até o seu lançamento. Ainda não se sabe se as críticas à interface surtirão algum efeito prático, mas a explicação dada até que faz sentido.

Doom Eternal tem lançamento marcado para 22 de novembro, para Nintendo Switch, PS4, PC e Xbox One.

João Víctor Sartor

João Víctor Balestrin Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.

Publicado por