InícioDicasDragon's Dogma 2 - Como chegar à ilha vulcânica

Dragon’s Dogma 2 – Como chegar à ilha vulcânica

Chegar à Ilha Vulcânica em “Dragon’s Dogma 2”, onde o Despertado acorda pela primeira vez, é uma jornada mais complexa do que se pode imaginar inicialmente. Existem vários caminhos e áreas acessíveis no jogo sem seguir a rota planejada, o que geralmente envolve exploração extensiva e atravessar áreas desafiadoras.

PUBLICIDADE

Para alcançá-la pelo caminho previsto, é necessário avançar bastante na história principal. Há outro modo de chegar mais cedo, mas é igualmente complicado. Vamos detalhar as três maneiras de chegar à Ilha Vulcânica Agamen em “Dragon’s Dogma 2”.

Método 1: Pela Porta do Selo Mágico

Dragon's Dogma 2 - Como chegar à ilha vulcânica
Reprodução: Dragon’s Dogma 2

O Caminho Intencionado

Ao seguir a história principal, você chegará a Battahl após passar pelo Posto de Verificação da Fronteira (usando o Permissão ou escondendo-se na parte de trás de uma carroça). Quando chegar lá, prossiga com a missão principal até iniciar uma chamada “Um Novo Caminho dos Deuses”.

Cuidado, pois iniciar essa missão é um “ponto sem retorno” que te coloca no caminho para o final do jogo (e a Ilha Vulcânica é a área final). Avançando na missão “Um Novo Caminho dos Deuses”, você receberá uma nova arma, a Lâmina Potencializada de Godsbane.

Na missão que se segue, “O Gigante Guardião”, a Porta do Selo Mágico será aberta, permitindo acesso total à Ilha Vulcânica. Essa missão te “força” a seguir um inimigo específico pela ilha, então não comece esse processo até estar pronto para seguir até o fim.

PUBLICIDADE

Método 2: Pelo Gruto de Drabnir

Dragon's Dogma 2 - Como chegar à ilha vulcânica
Reprodução: Dragon’s Dogma 2

O Caminho Alternativo

O “caminho de trás” para a Ilha Vulcânica fica acessível assim que você chega a Battahl (geralmente depois de visitar Bakbattahl). Saindo da capital, Bakbattahl, siga a estrada para oeste e depois para o sul. Continue seguindo essa estrada principal até chegar ao Gruto de Drabnir, preparando-se para enfrentar vários bandidos e um Ciclope Blindado.

Após superar os inimigos, adentre o Gruto de Drabnir e navegue por esse labirinto. Pode não ser muito confuso, mas explorar todos os caminhos laterais leva tempo. Esteja ciente dos muitos inimigos que podem sobrecarregar você, especialmente se estiver abaixo do nível 25. Os goblins, em particular, são complicados de enfrentar, então tenha ataques em área para lidar com grupos de inimigos. Ao sair do outro lado, siga a estrada principal até chegar à Ilha Vulcânica Agamen.

PUBLICIDADE

Recomenda-se deixar um Portcrystal por perto, talvez perto da casa de Gautstafr ou no Acampamento da Ilha Vulcânica, pois retornar aqui sem avançar na história principal exigiria refazer todo esse caminho.

Aqui você também encontrará Gautstafr, um anão amigável com problemas nas costas. Ajudá-lo em sua missão desbloqueia o 4º Estilo de Forja, a Forja Anã, além da Vocação de Arqueiro Mágico e acesso ao NPC que oferece a Vocação de Guerreiro Viajante, um ex-Despertado chamado Lamond. Cumprir a missão de Gautstafr não é necessário para chegar à ilha, mas ele está bem no meio do único caminho para lá, tornando difícil ignorá-lo.

Método 3: Novo Jogo+

Dragon's Dogma 2 - Como chegar à ilha vulcânica
Reprodução: Dragon’s Dogma 2
PUBLICIDADE

O Terceiro Método (Não Oficial)

Este método não é realmente considerado um caminho separado, pois exige que os jogadores cheguem à Ilha Vulcânica por outros meios, completem o jogo inteiro e iniciem um NG+. No entanto, vale mencionar que, mantendo a Lâmina Potencializada de Godsbane no NG+, você pode usá-la para abrir a Porta do Selo Mágico assim que chegar a Bakbattahl.

Dragons Dogma 2 está disponível para PS5, Xbox Series e PC.

PUBLICIDADE
Valteci Junior
Valteci Juniorhttp://criticalhits.com.br
Me chamo Valteci Junior, sou formado em Jogos Digitais e escrevo sobre jogos e animes desde 2020. Desde pequeno sou apaixonado por jogos, tendo uma grande paixão por Hack and slash, Souls-Like e mais recentemente comecei a amar jogos de turno. Acompanho anime desde criancinha e é um sonho realizado trabalhar com duas das maiores paixões da minha vida.