Cyberpunk 2077 – Mecânica de “correr pelas paredes” foi removida do jogo

Cyberpunk 2077 é o grande título ambicioso da CD Projekt Red para o fim do ano. Após longos anos em desenvolvimento, cada vez mais o RPG futurista parece bem encaminhado para os consoles da atual geração, e futuramente, poderemos joga-lo através do Xbox Series X e PS5.

Em suma, Cyberpunk 2077 oferece uma vasta gama de possibilidades para o jogador. Essa liberdade aflorada consiste em customizações, conversas, estilos de jogo e muito mais. Mas não somente isso, como a forma de se movimentar também é um dos fatores que tornam cada experiência única para os jogadores. No entanto, um dos recursos mais esperados pelos fãs da CDPR foi – infelizmente – removido do game.

Em um dos vídeos que continha gameplay de Cyberpunk 2077, foi exibida a possibilidade de correr pelas paredes, como uma forma de movimentação alternativa. Embora tal recurso promovesse uma exploração vertical pouco vista em jogos do tipo, infelizmente, este elemento foi retirado do jogo. Segundo Max Pears – level designer em Cyberpunk 2077 – essa decisão foi tomada em prol do design do game, e consequentemente, foi desconsiderada. Em contrapartida, ele garante que o jogador ainda terá outras opções se tratando da movimentação, mas “correr pelas paredes“, não será mais possível.

Apesar desta remoção tecnicamente “reduzir” os movimentos, Pears garante que ainda existirá certa flexibilidade se tratando da movimentação dos personagens. Ainda sim, seria interessante utilizar paredes para se aproximar de inimigos ou até mesmo fugir em uma perseguição, considerando que esta é uma opção vertical interessante. De qualquer forma, em questão de possibilidades, Cyberpunk 2077 já se mostrou um prato cheio, e não necessariamente esta mudança causa impacto significativo na vindoura experiência.

Por fim, nos resta apenas aguardar pela chegada deste game ambicioso, em Novembro. Cyberpunk 2077 será lançado dia 19, com versões para Xbox One, PS4 e PC’s.

Guru

Guru é o cara que não sabe falar sobre outra coisa além de jogos e consoles. Ansioso pela nova geração, ele sonha ininterruptamente com o retorno de God Hand, Viewtiful Joe, Captain Comando e outros clássicos de porradinha sem freio. Possui um histórico considerável de vazamentos, rumores e teorias sem sentido que geram uma boa discussão.

Este website utiliza cookies