CS:GO – Swag se aposenta do cenário competitivo a espera de Project A

Nessa madrugada, Braxton “swag” Pierce fez um tuíte anunciando que o jovem decidiu se afastar do cenário competitivo de CS:GO (Counter-Strike: Global Offensive) e aguarda a chegada de Project A, game ao qual ele quer se dedicar no futuro.

No tuíte de Swag, o jovem de 23 anos confortou seus fãs ao dizer que ele poderá fazer transmissões ao vivo de CS:GO no futuro, mas o ex-jogador deixou claro que vai se dedicar completamente ao Project A e que a ambição dele de “ser o melhor do mundo” continua viva. Confira o tuíte:

“Eu não estou mais com a Swole Patrol. Eu decidi me afastar do CS competitivo e por mais que eu possa fazer lives de CS no futuro, meu objetivo principal é esperar o lançamento de Project A e colocar as minhas ambições de ser o melhor do mundo em prática.”

O escândalo do cenário competitivo de CS:GO que envolveu Swag

Braxton “swag” Pierce foi uma promessa para o cenário competitivo de CS:GO. Com um grande talento para o game, todos viam um enorme potencial em Braxton, acontece apenas uma escolha que o jogador tomou há anos atrás, comprometeu para sempre a carreira dele no CS:GO.

Em março de 2014, Swag entrou para a iBUYPOWER e desde aquela época já se mostrava um jogador muito habilidoso, chegando em 18° lugar na lista dos 20 melhores jogadores de CS:GO do ano. Porém, já em janeiro de 2015, Swag e outros três jogadores da iBUYPOWER foram banidos permanentemente dos campeonatos da Valve por conta de um escândalo no cenário envolvendo um “match-fixing” (onde os jogadores de duas equipes rivais combinavam o resultado partida para assim dividir o lucro das apostas entre eles).

Mesmo estando banido dos campeonatos da Valve, a paixão de Swag por CS:GO continuou viva e até recentemente, o ex-jogador disputava eventos como a DreamHack Open e vários torneios da ESL Pro League em LAN (presencial).

Até os dias atuais, Swag demonstra ter um nível de habilidade incrível no CS:GO o que resultou na comunidade prestar mais atenção nele e querer ver o jovem disputar os campeonatos mais importantes. Com isso, surgiu a hashtag #FreeSwag como um apelo à Valve pedindo para que o banimento de Swag fosse removido.

O último campeonato que Swag disputou em LAN foi a ESL Pro League Season 10, no qual a Swole Patrol terminou, infelizmente, em último lugar.

Com a saída de Swag, a Swole Identity perdeu o melhor jogador do time cuja média de KDR (Kill/Death Ratio) era 1.43, um número no mínimo reconhecível para qualquer jogador do cenário.

Counter-Strike: Global Offensive está disponível para PlayStation 3, Xbox 360 e PC via Steam.

Este website utiliza cookies