Games

Crysis 4? Mensagem misteriosa sugere o retorno de Nomad

Recentemente a franquia Crysis se posicionou frente aos holofotes, com um possível retorno iminente -a caminho da nova geração de consoles. Entre as especulações sobre uma sequência, Reboot, Remake ou até mesmo Remaster, não há uma definição concreta do que a Crytek trará para os fãs.

No entanto, um novo teaser da conta oficial de Crysis no Twitter parece ter finalmente indicado uma possível direção quanto ao projeto inédito. Após a mensagem enigmática sobre estar “recebendo arquivos“, desta vez, houve uma espécie de diálogo e que envolve o protagonista do primeiro game. Confira o tweet logo abaixo:

Hey Nomad, você ainda está com a gente?

Para aqueles que não estão familiarizados com a franquia, Nomad atuou apenas no primeiro game. Em Crysis 2, assumimos o papel de Alcatraz, que posteriormente assume a alcunha de “Prophet“. Depois disso, já em Crysis 3, presenciamos o retorno de Prophet em uma cidade devastada, e envolta em uma cúpula denominada “Nanodome“. Essa mesma contenção foi estipulada pela corrupta corporação CELL, afim de resguardar uma peça fundamental para o funcionamento dos Ceph.

Embora o 3º game tenha colocado Prophet em outra jornada, há também um fragmento secreto do título que menciona o fato de Nomad estar vivo. Após coletar todas as informações – ou “data pads” – um novo arquivo surge para o jogador, mencionando que Nomad está sendo caçado por um operador capaz de utilizar o nanosuit. Ele é referido como Lockhart, mas não foram mencionados outros detalhes.

É interessante notar que, tanto os quadrinhos de Crysis quanto o início do 2º game, deram a entender que Nomad estivesse morto. No entanto, esse fragmento de informação escondido em Crysis 3, pode ao menos ter deixado uma “porta aberta” para o retorno do personagem em um título posterior. Logo, seja um Reboot, Remaster ou até mesmo uma sequência, todas as possibilidades parecem prováveis.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade