Este é o motivo pelo qual o Rei da Noite vai atacar Porto Real e não Winterfell no episódio desta semana de Game of Thrones

O terceiro episódio da última temporada de Game of Thrones contará com a tão esperada batalha de Winterfell, em que os exércitos dos vivos e dos mortos se enfrentarão em um derradeiro combate. No entanto, recentemente tem se popularizado na internet diversas teorias afirmando que o Rei da Noite não aparecerá na batalha, e que o seu verdadeiro alvo será Porto Real.

O site ScreenRant copilou todas essas teorias e agora vamos explicar o motivo dela fazer bastante sentido.

Bem, no episódio 2, ficamos sabendo por meio de Bran que o principal objetivo de Rei da Noite é matá-lo, já que como Corvo dos Três Olhos, ele representa toda a memória de Westeros, e o líder dos Caminhantes Brancos deseja justamente colocar o mundo em uma escuridão e esquecimento eterno.

Assim, o plano traçado para a batalha é fazer Bran esperar o Rei da Noite próximo da Árvore-Coração e criar uma espécie de emboscada para o vilão, pois na teoria, matando ele todos os outros Wights e Caminhantes Brancos morreriam. Mas ouvimos isso apenas da boca de Bran e não sabemos se esse realmente é o plano do Rei da Noite.

No pequeno teaser do próximo episódio, é possível ouvir Jon Snow falando “O Rei da Noite está chegando”, o que significa que ele não estará no começo da batalha. E justamente aí temos a nossa primeira pista. Por qual motivo o líder do exército dos mortos com a sua arma mais poderosa não estaria no começo da batalha?

No final do episódio passado vimos que quando os Caminhantes Brancos chegam nas redondezas de Winterfell, Jon e Daenerys saem juntos como se fossem buscar Drogon e Rhaegal, sugerindo que eles já irão utilizar força total no começo do confronto.

Outro ponto interessante de se notar é que provavelmente os Caminhantes Brancos não se focarão na batalha terrestre e tentarão justamente atingir um dos dois dragões com as sua lanças, pois como já foi demonstrado pelo próprio Rei da Noite é possível matar um dragão com apenas um golpe.

Voltando para o objetivo do Rei da Noite, se ele realmente quer destruir Bran, uma das formas de fazer isso é deixar o seu exército ainda maior, ao ponto de ser praticamente invencível, e Porto Real pode ser o local perfeito para isso. Como Cersei, Euron e Companhia Dourada estão esperando lutar contra o restante do exército que sobrar da Batalha de Winterfell, eles definitivamente não estão preparados para um ataque de um Dragão de Gelo. No próprio universo da série nós conhecemos o estrago que apenas um dragão é capaz de fazer, como o que aconteceu em Harrenhal, um antigo castelo de Westeros que era praticamente impenetrável por um ataque terrestre, mas foi completamente destruído por Balerion, o gigantesco Dragão de Aegon.

Por fim, para dar mais força a essa teoria, temos que comentar duas visões que já apareceram na série. A primeira delas é a de Daenerys, que viu a sala do trono parcialmente destruída com bastante neve, indicando que o inverno realmente chegou em Porto Real, logo, o Rei da Noite não foi derrotado na Batalha de Winterfell.

A segunda visão foi tida por Bran na 4º temporada, que mostrou a sombra de um dragão sendo lançada sobre Porto Real. Esse Dragão poderia ser justamente o Viserion do Rei da Noite.

O terceiro episódio da última temporada de Game of Thrones será exibido no domingo (28) às 22h na HBO.

A oitava e última temporada de Game of Thrones será um pouco menor, com apenas 6 episódios, mas todos tendo pelo menos uma hora de duração.

Gostou do nosso conteúdo? Siga o Critical Hits no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram e não perca nenhuma das nossas novas postagens!

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.