Categorias: Cinema e TV

Taika Waititi afirma que não deseja dirigir Guardiões da Galáxia Vol. 3

Desde que James Gunn foi demitido da Marvel, o projeto de Guardiões da Galáxia Vol. 3 tem ficado em um verdadeiro limbo, já que após ser adiado por tempo indeterminado, aparentemente o estúdio ainda não conseguiu contratar nenhum diretor para substituir Gunn.

Muitos fãs chegaram a pedir que Taika Waititi assumisse o comando do filme, mas recentemente, o diretor de Thor: Ragnarok, explicou os motivos pelo qual não deseja dirigir o terceiro filme dos Guardiões.

Em entrevista durante o TCA, Waititi afirmou que esse é um projeto muito único que James Gunn e não deseja se intrometer nisso (via The Wrap).

“Para mim, esse são os filmes de James Gunn. Entrar em algo assim, que possui uma marca tão própria dele seria como ir na casa de alguém e dizer: ‘Ei, eu sou o seu novo pai, e agora vamos fazer sanduíches de manteiga de amendoim!’ É muito estranho”

Sobre seus outros filmes com a Marvel, o diretor disse que está conversando com o estúdio, mas não chegou a revelar nada em específico.

“Eu ainda estou conversando com eles, falando sobre coisas novas, não sei exatamente o que vai acontecer, mas sim, eu quero fazer outro filme [da Marvel]”

Sobre a substituição de James Gunn, Taika Waititi está coberto de razão, Guardiões da Galáxia é sem dúvida um dos projetos mais autorais do MCU, e tentar replicar ou substituir isso simplesmente não daria certo.

Assim, ainda permanece a incógnita sobre os planos da Marvel para Guardiões da Galáxia Vol. 3, mas se levarmos em conta que nenhum grande cineasta tentará substituir Gunn, o estúdio provavelmente tentará fechar a trilogia contratando um diretor mais desconhecido para fazer um filme regido por executivos, que como já vimos em outras obras, tem potencial para ser um grande desastre.

Gunn foi demitido no final de julho, após a repercussão de alguns tweets antigos que datam de 2008 a 2011, onde o diretor faz piadas envolvendo pedofilia e estupro. A Disney ágil rapidamente, e o próprio Alan Horn declarou que as declarações do diretor são indefensáveis.

O diretor chegou a se pronunciar no Twitter pedindo desculpas pelas piadas:

“Para deixar registrado, quando eu fiz essas piadas ofensivas, eu não viva essa realidade. Eu sei que é uma afirmação meio estranha, e parece obvia, mas ainda assim, aqui estou eu, dizendo isso.”

“De qualquer forma essa é a verdade completamente honesta: Eu costumava fazer um monte de piadas ofensivas. Não as faço mais. Eu não culpo o meu passado por isso, mas me sinto mais humano e criativo hoje. Amo todos vocês.”

Recentemente, James Gunn foi confirmado roteirista e diretor de Esquadrão Suicida 2, que será um reboot com novos atores e personagens.

Este website utiliza cookies