Categorias: Cinema e TV

Star Wars: A Ascensão Skywalker conta com o primeiro momento LGBTQ+ da franquia

Estreando nesta quinta-feira (19), Star Wars: A Ascensão Skywalker será o primeiro filme da lendária franquia criada por George Lucas a contar com uma representação LGBTQ+.

Sem entrar em muitos detalhes, o momento não é entre nenhum dos personagens principais, mas sim entre duas mulheres da Resistência que aparecem já na parte final do longa.

Nos últimos tempos a franquia Star Wars tem recebido diversas críticas pela falta de representação nos seus filmes, já que em uma galáxia tão grande e com tantas raças variadas é praticamente impossível que todo mundo seja cisgênero e heterossexual.

Em uma entrevista a Variety, JJ Abrams, o diretor do filme, ainda comentou um pouco mais sobre esse momento momento. “Era importante para mim que as pessoas que assistam a esse filme se sintam representadas por ele.”

Quando perguntado sobre o momento especifico, Abrams apenas disse, “Apenas vou dizer que não vou revelar nada sobre o que acontece no filme”.

O elenco do filme também já havia revelado as suas expectativas sobre mais representação na franquia. “Pessoalmente, eu meio que desejei que isso fosse levado mais longe nos outros filmes, mas não tenho controle”, disse Oscar Isaac, ator que vive Poe Dameron. “Pareceu uma progressão natural, mas, infelizmente, é uma época em que as pessoas têm muito medo, eu acho. Se eles fossem namorados [ele e Finn], isso seria divertido” (via ComicBook).

Star Wars: A Ascensão Skywalker estreia no Brasil no dia 19 de dezembro.

Este website utiliza cookies