Categorias: Cinema e TV

George R. R. Martin reclama da reação “tóxica” dos fãs ao final de Game of Thrones

Por mais que Game of Thrones tenha sido uma série que marcou para sempre a história da TV, não há como negar que especialmente o seu final teve uma reação negativa enorme dos fãs que perdurou pela internet semanas depois que a história já havia sido finalizada.

Mas agora, o próprio George R. R. Martin, criador de “As Crônicas de Gelo e Fogo“, comentou pela primeira vez no podcast Maltin on Movie (via Deadline), a sua impressão sobre toda essa reação dos fãs.

“A internet é tóxica de uma maneira que a cultura dos fanzines e dos fandoms – fãs de quadrinhos e fãs de ficção científica da época – não eram. Haviam divergências. Haviam conflitos, mas nada como a loucura que você vê na internet.”

Talvez o ápice de toda essa loucura gerada pela internet que foi citada por Martin, tenha sido justamente a criação de uma petição com mais de 1 milhão de assinaturas exigindo que a HBO refizesse toda a última temporada.

E isso sem falar no gigantesco hate sofrido pelos showrunners D.B. Weiss e David Benioff, com muitos fãs até preocupados pelo fato deles terem assumido recentemente a direção de uma nova saga da franquia Star Wars.

Mas como a temporada não vai ser refeita e o final que temos da série será exatamente esse, Martin também comentou sobre o futuro dos derivados do seu universo e como provavelmente Game of Thrones foi um acontecimento única na cultura pop.

“A escala do sucesso de Game of Thrones – alcançando todo o mundo e invadindo a cultura de tal forma – não é algo que alguém possa antecipar, nem algo que eu espero experimentar novamente”. Posso chamar toda essa popularidade de Game of Thrones “um pouco surreal”, finaliza o autor.

Atualmente a HBO já está trabalhando em uma série spin-off de Game of Thrones que se passará mais de 5 mil anos antes dos evento das Crônicas de Gelo e Fogo, se focando na Era dos Heróis e mostrando desde os horripilantes segredos da história de Westeros até a verdadeira origem dos Caminhantes Brancos

Disqus Comments Loading...

Este website utiliza cookies