Categorias: Cinema e TV

Entenda o motivo da herança Targaryen de Jon Snow não ter sido importante no final de Game of Thrones

Entre as diversas pontas soltas do final de Game of Thrones, uma das que mais incomodou os fãs foi em relação à herança Targaryen de Jon Snow, já que ao saber quem eram os seus verdadeiros pais, muitos achavam que Jon iria confrontar Daenerys e lutar pelo Trono de Ferro.

No entanto, o que acabou acontecendo foi muito diferente disso e para alguns um baita final anticlimático. Mas se analisarmos os acontecimentos dessa temporada final com um pouco mais de cuidado é possível perceber que o destino de Jon na verdade faz muito sentido.

Quando ele escolhe não reivindicar o Trono, retornando para a Patrulha da Noite e guiando os Selvagens de volta para o seu lar, Jon está subvertendo a própria natureza conquistadora Targaryen, que desde Aegon I é a principal família que governou Westeros.

Desde quando a sua verdadeira linhagem foi revelada, Jon aparece constantemente em conflito com a sua própria identidade, já que por tanto tempo ele viveu apenas como um bastardo e agora sabia que era o verdadeiro herdeiro do Trono. Inicialmente, ele até acreditou que a melhor decisão era realmente continuar com Daenerys, pois dessa forma os problemas de sucessão seriam resolvidos e eles poderiam governar juntos.

Mas diferente do que ele imagina, Daenerys era uma verdadeira Targaryen, que conquistaria Westeros com Fogo e Sangue se fosse necessário.

Já Jon era o exato oposto disso, sendo um verdadeiro Stark que protegeria o Norte acima de tudo.

Após conversar com Tyrion e perceber como as atitudes de Daenerys poderiam colocar em risco das suas irmãs e Norte como um todo, Jon finalmente reconhece para si a sua verdadeira identidade e o ato de matar a sua amada é um paralelo enorme com a própria morte de Ned na primeira temporada, com ambos tendo escolhido fazer  um sacrifício maior para salvar a sua família.

Assim, a herança Targaryen de Jon e esse trágico momento foram na verdade uma grande provação para que ele finalmente se tornasse um Stark, e mesmo não voltando para Winterfell ele ainda está protegendo o Norte além da Muralha.

Este website utiliza cookies