Entenda a bizarra teoria de Game of Thrones que afirma que Arya na verdade morreu na 6ª temporada

Embora Game of Thrones já tenha sido finalizado, o que não faltam são teorias sobre o mundo de Westeros, principalmente porque os livros ainda não forma lançados e criar teorias é um dos passatempos preferidos dos fãs.

Hoje abordaremos uma dessas populares teorias que até hoje muitos acreditam ser real, afirmando que Arya Stark na verdade foi morta e substituída.

Essa teoria foi criada ainda na 6ª temporada, quando Arya deixou a Casa do Preto e Branco após derrotar a Waif, conhecida também como a Criança Abandonada, a garota que junto com Jaqen H’ghar estava treinando a jovem Stark para se tornar uma assassina. Após ter recusado se tornar “ninguém”, Arya acabou partindo de volta para Westeros.

No entanto, como a cena final da luta de Arya contra a Waif deixa margem para algumas interpretações, a teoria afirma que na verdade Arya foi derrotada, e quem partiu para Westeros foi a Waif utilizando o rosto da garota.

Embora essa teoria da conspiração seja bastante tentadora de acreditar, a 7ª e 8ª temporada já tinham oferecido diversos indícios que desmente completamente essa teoria. O primeiro deles é que simplesmente não faria sentido a Waif sair do templo do Deus de Muitas Faces para se envolver na guerra em Westeros, já que os Homens Sem Rosto são assassinos contratados.

O segundo motivo é que mesmo tendo o rosto de Arya, a Waif não possuía informações pessoais da garota, assim, seria impossível ela ter reconhecido a sua loba Nymeria e até mesmo a sua irmã Sansa. Embora ainda não saibamos qual será o desfecho de Arya nos livros, pelo menos na série essa teoria definitivamente não é real.

Atualmente a HBO já está trabalhando em uma série spin-off de Game of Thrones que se passará mais de 5 mil anos antes dos evento As Crônicas de Gelo e Fogo, se focando na Era dos Heróis e mostrando desde os horripilantes segredos da história de Westeros até a verdadeira origem dos Caminhantes Brancos.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.