Categorias: Cinema e TV

Editor de Vingadores: Ultimato revela que Tony Stark teria uma morte diferente

Embora a cena da morte de Tony Stark no final de Vingadores: Ultimato tenha sido um dos momentos mais simbólicos de todo o Universo Cinematográfico da Marvel, por pouco ela não acabou sendo bastante diferente.

Em uma recente entrevista cedida ao Collider, Jeff Ford, um dos editores de Vingadores: Ultimato, revelou que existiram diversas versões alternativas da morte do Homem de Ferro, principalmente por causa da forma como Robert Downey Jr. trabalhava.

“A maneira como Robert trabalha é que ele às vezes gosta de explorar”, afirmou Ford. “Ele gosta de tentar coisas diferentes. E como ele é um ator intuitivo, gosta de fazer isso na câmera caso seja algo muito especial.”

O editor ainda explica que a maioria das filmagens alternativas eram improvisações de Downey Jr., que viveu o Homem de Ferro por mais de 11 anos.

“Quando estávamos montando o final do filme, filmamos os momentos finais de Tony pela primeira vez e fizemos várias opções diferentes. Robert tinha diferentes ideias…

E nós demos a ele o espaço para isso. Joe e Anthony  [Russo] são ótimos em improvisação. Filmamos diferentes performances para esse momento final. Algumas eram bem loucas e muitos jamais seriam usadas.

Por fim, o editor ainda fala que uma das suas versões favoritas era bem parecida com a que foi escolhida para o filme, só que Thanos e Tony não falariam nada, com toda a emoção sendo transmitida apenas no olhar dos dois.

Vingadores: Ultimato foi lançado no final de abril e após ter ficado quase três meses em cartaz se tornou a maior bilheteria de todos os tempos.  Você pode conferir a nossa crítica do filme aqui.

Este website utiliza cookies