Conheça a história inusitada de como Tom Holland salvou o Homem Aranha de sair do MCU

Esse mês estréia Spies in Disguise (Um Espião Animal), o filme animado que conta com um Tom Holland, Will Smith e Karen Gillan no elenco. Essa semana, Holland foi ao programa de TV Jimmy Kimmel Live para promover o filme e falar um pouco sobre o drama que está acontecendo entre a Sony e a Marvel em relação ao Homem-Aranha.

Depois de um mês pensando que Tom Holland não poderia mais voltar para o UCM (Universo Cinematográfico Marvel), as duas empresas chegaram a um acordo em outubro.

Durante a entrevista no programa de TV, Holland disse que a ligação que ele fez enquanto estava bêbado para o CEO da Disney, Bob Iger, foi parte do motivo pelo qual a Sony e a Marvel chegaram a um acordo sobre o Cabeça-de-Teia. O ator disse que ele fez um apelo emocional para que as empresas chegassem a se resolver, principalmente depois de um momento tão triste na D23 Expo, no qual aparentemente, Holland não podia tirar fotos com os amigos atores em filmes da Marvel no evento.

“Nós estávamos na D23, que é a grande convenção da Disney e as notícias chegaram e eu fiquei devastado, obviamente,” explicou Holland. “Eu fiquei muito chateado, e minha mãe e amigos estavam lá tirando fotos com o pessoal da Marvel e eu estava tipo [olhar triste] sem poder estar naquelas fotos e isso foi horrível.”

Além disso, o ator adicionou que esse “não foi o melhor dos dias”.

Hoje, podemos agradecer pelo fato de que a Disney e a Sony chegaram a um acordo e, não somente o terceiro filme de Homem-Aranha fará parte do UCM como Holland espera aparecer novamente como o Amigo da Vizinhança em algum outro filme da Marvel.

Atualmente, Tom Holland está trabalhando em Cherry, um filme de Joe e Anthony Russo (também conhecidos como “irmãos Russo“), os mesmos diretores de Vingadores: Ultimato. Cherry é uma adaptação do livro que carrega o mesmo nome que a adaptação e é sobre “um médico do exército sofrendo com o stress pós-traumático” que “se torna um ladrão de bancos em série depois que seu vício em drogas o deixou endividado.”

Um Espião Animal estréia no dia 25 de dezembro de 2019, bem no natal. Já Cherry tem previsão para chegar ao cinema no ano que vem, e Homem-Aranha 3 chegará às telonas no dia 16 de julho de 2021.

No final das contas, Tom Holland é um herói até fora das telonas, não é mesmo?

O fato de Homem-Aranha 3 só chegará aos cinemas em julho do ano que vem não quer dizer que nós teremos que esperar até lá para assistir uma nova produção da Marvel. Na verdade, várias produções serão lançadas nos próximos anos, são elas:

  • Viúva Negra – 1 de maio de 2020
  • O Falcão e o Soldado Invernal – Outono de 2020
  • Os Eternos – 6 de novembro de 2020
  • Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis – 12 de fevereiro de 2021
  • WandaVision – Primavera de 2021
  • Loki – Primavera de 2021
  • Doutor Estranho e o Multiverso da Loucura – 7 de maio de 2021
  • E Se…? – Verão de 2021
  • Gavião Arqueiro – Outono de 2021
  • Thor: Amor e Trovão – 5 de novembro de 2021
  • Pantera Negra 2 6 de maio de 2022

Como se não bastasse, o Disney+ receberá séries da Ms. Marvel, Cavaleiro da Lua e da She-Hulk, mas nenhuma delas ainda tem uma data de estréia.