Anime

Por que Itachi e Madara mantiveram seus Sharingan como Edo Tensei em Naruto?

Em Naruto Shippuden se tornou comum ver personagens terem seus olhos – e outras partes do corpo – extraídos após morrerem (ou até em vida, em certos casos).

Um olho com alguma kekkei genkai poderosa costuma ser um artefato muito desejado por nações e pessoas ambiciosas, e os Uchihas tem até benefícios especiais por transferir olhos entre familiares.

Porém as coisas ficam bastante confusas quando se coloca jutsus de ressurreição como o Edo Tensei na história. Mesmo tendo os olhos extraídos antes ou depois de suas mortes, as versões reencarnadas destes ninjas tem acesso total e irrestrito aos seus olhos especiais e habilidades vinculadas.

Madara Uchiha – Reprodução: Naruto Shippuden

Por que Itachi e Madara mantiveram seus Sharingan como Edo Tensei em Naruto?

A razão disso é que, bem, Masashi Kishimoto, o criador de Naruto, nunca foi muito consistente com o Edo Tensei, um jutsu que é mal compreendido mesmo pelos personagens da obra.

Já foi dito que o Edo Tensei trás de volta o ninja em seu melhor estado, como no caso de Madara e Nagato, mas também já vimos ninjas voltando em um estado semelhante ao de sua morte, como Chiyo e Sasori.

No caso de Itachi, uma possível explicação para ele ter sido revivido com seus olhos é que eles foram extraídos após a sua morte, e portanto a sua versão Edo Tensei se encaixa nas duas restrições acima ao mesmo tempo.

Itachi – Reprodução

Já Madara voltaou ainda mais poderoso do que jamais foi. Madara morreu de velhice, com apenas um Sharingan, mas de alguma forma, Kabuto trouxe o vilão de volta com seu corpo ainda jovem, dois Mangekyo Sharingan Eternos e a liberação da madeira.

E quando Madara volta a vida como uma pessoa de verdade, seus dois olhos Edo Tensei são evaporados por motivos de Kishimoto tentando arrumar suas inconsistências, o que não resolveu muita coisa.

Confira também:

Naruto pode ser conferido por completo na Cruchyroll.

Publicado por
Tags: Naruto

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade