O que aconteceria se o pai de Kakashi estivesse vivo em Naruto

Kakashi Hatake também teve uma boa parte de seu coração endurecido ao perder o pai, que não aguentou o ser constantemente julgado pelos moradores de Konoha.

A história na verdade é bastante triste, e nos mostra como Konoha é um lugar bastante escroto para se viver algumas vezes. Mas o que teria acontecido caso Sakumo não tivesse morrido?

Sabemos que a força de Sakumo era tão grande, que podia se comparar até mesmo a dos três Sannins Lendários. Foram inúmeras missões bem sucedidas, o que lhe garantiu fama e reputação suficientes para que somente a pronuncia do seu nome causasse medo nos campos de batalha.

A primeira e mais provável influência de Sakumo caso permanecesse vivo, seria na criação de Kakashi, que provavelmente teria se tornado uma criança muito mais aberta e menos amargurada. Isso poderia ter influenciado em eventos importantes da vida do jovem ninja, como por exemplo, ter feito Kakashi decidir por salvar Rin, sem precisar ser convencido por Obito.

O problema é que o trauma causado pela morte de seu pai fez com que Kakashi se desenvolvesse de maneira muito precoce, já que o sofrimento praticamente o fez amadurecer mais rápido. Caso Sakumo não tivesse morrido, fica difícil prever se ele teria capacidade de sobrepujar a situação no sequestro de Rin e sair com vida dela.

Existe é claro, a possibilidade de que o próprio Sakumo passasse a dedicar sua vida a treinar o próprio filho, o que poderia fazer que Kakashi se tornasse um shinobi ainda mais impressionante. Caso Kakashi tivesse conseguido lidar com a situação a ponto de salvar Rin e Obito, as coisas poderiam ter sido bem diferentes no mundo ninja, terminando numa história bastante diferente daquela que conhecemos hoje.

Confira também:

João Víctor Sartor

João Víctor Balestrin Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.