Anime

Este é o primeiro esboço de Naruto e nele já dá pra ver por que as Bandanas Ninjas nasceram!

Pode não parecer, mas Naruto é uma série que já tem 19 anos e que continua fazendo sucesso com Boruto: Naruto Next Generations.

Acontece que as coisas poderiam ter sido bem diferentes lá no início, já que Masashi Kishimoto imaginava um enredo completamente diferente para a série.

Abaixo, por exemplo, você vê o primeiro esboço de Naruto. Nele podemos ver que quase nada mudou para a versão que conhecemos, mas alguns detalhes são dignos de nota.

Primeiramente as sandálias, que mais tarde foram trocadas pelas sandálias ninjas que hoje são bem tradicionais para os fãs da série. Mas o mais importante deste desenho está nos óculos de Naruto, já que foi graças à ele que nasceram as Bandanas das Vilas!

Isso porque em determinado momento, Masashi Kishimoto se deu conta da trabalheira que seria desenhar os óculos daquele jeito em todos os quadrinhos do mangá. Sendo assim ele resolveu optar por algo mais simples, e é exatamente por isso que Naruto deixa de usar óculos no primeiro capítulo, após ganhar sua Bandana de Konoha.

Confira também:

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017 e contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e então resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime tem 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), e finaliza a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi. Além disso, o anime prepara o terreno para a continuação direta da história.

Você pode acompanhar Naruto na íntegra no Crunchyroll. Além dele, o serviço conta com com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta. Já o mangá de Naruto é publicado no Brasil pela Panini.

Você também pode comprar o mangá de Naruto na Amazon, com desconto e frete grátis (para Prime) em muitos dos itens.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade