Anime

Esta é a forma como o estilo de arte de Naruto mudou com o passar do tempo

Uma das coisas mais divertidas de se acompanhar séries de longa duração é ver como as coisas mudam, muitas vezes sem que a gente perceba. Por exemplo,  Com o timeskip entre a série clássica e Shippuden e na sua continuação em Boruto: Naruto Next Generations o estilo de arte mudou quase tanto quanto os próprios personagens.

Seguindo um arco parecido com os das histórias e personalidade de Naruto, o estilo de arte saiu de uma coisa mais arrendondada, alegre e cheia de pequenos detalhes para um tom mais sério e simplificado – até mesmo para facilitar sua produção contínua e veloz.

Muitas franquias começaram quando telas widescreen não eram ainda adotadas em massa e tiveram que passar por uma adaptação. Outro fator que colabora com as diferenças é o aumento de orçamento da produção, além do fato do anime ter mais de um animador responsável.

Quando essa mudança acontece por decisões artísticas ao invés de evolução do meio/autor, o resultado muitas vezes pode acabar incomodando os fãs. Mas é difícil argumentar contra o caminho que levou Naruto em Shippuden. Já Boruto: Naruto Next Generations… Fica a critério de vocês.

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime conta com 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), finalizando a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi e preparando o terreno para a continuação direta da história.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, juntamente com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade