Novos capítulos de One Piece, My Hero Academia e outros mangás sofrerão atrasos

Quem acompanha os mangás mais populares da Weekly Shonen Jump já precisa passar pela agonia de aguardar uma semana para poder ler os novos capítulos de suas obras favoritas e quem acompanha One Piece sofre ainda mais, afinal, Eiichiro Oda volta e meia tira uns dias de folga de seu mangá e não lança nenhum novo capítulo.

Mas nada é tão ruim que não possa piorar, e nesta semana a revista japonesa lançou um comunicado informando que todas as obras publicadas por ela passarão por alguns hiatos e atrasos devido a pandemia do Coronavírus que está tomando conta de todo o mundo.

Como sabemos, o trabalho de um mangaká envolve a ajuda e envolvimento de mais pessoas em um mesmo ambiente e, para prevenir que o vírus se espalhe ainda mais no Japão, todo o fluxo de trabalho dos profissionais foi alterado e também os prazos de entrega dos novos capítulos dos mangás, afinal, agora o trabalho ficará muito mais lento por causa da pandemia. Sendo assim, podemos esperar um breve hiato a cada lançamento até que a situação se normalize.

Além disso, o evento Jump Victory Carnival que estava previsto para acontecer em 19 de julho na INTEX Osaka e em 21 a 23 de agosto no AEON Mall Makuhari Shintoshin também foi cancelado.

Recentemente o próprio criador de One Piece enviou uma mensagem aos fãs dando o aviso a respeito dos hiatos que virão no futuro, mas agora a própria Shueisha veio fazer o anúncio de que TODAS as obras passarão por esta situação delicada.

One Piece, My Hero Academia e outras obras podem ser acompanhadas na íntegra no Crunchyroll, em seus idiomas originais e com legendas em português.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Willian Oliveira

Will, Bill, Willian, o nosso querido colaborador é conhecido de várias formas dentro do site. Bill escreve principalmente notícias de games e é um Sonysta declarado, mas nosso Sonysta oficial continua sendo o Leo, apesar de o Bill ser o mini-Leo, salvo pela falta de massa encefálica.