Esse é o motivo pelo qual Vegeta conseguia controlar a transformação de Oozaru dele em Dragon Ball Z

Muitas décadas atrás, a primeira transformação que Dragon Ball apresentou foi à de Macaco Gigante. A transformação apareceu primeiro em Dragon Ball clássico, onde os conceitos de Saiyajins e extraterrestres ainda não existiam, e posteriormente foi melhor explicada e explorada em Dragon Ball Z.

Os Saiyajins podiam se transformar em um Macaco Gigante durante a Lua Cheia, quando os Raios Blutz emitidos pela luz do sol são refletidos na Lua e atingem os olhos de um guerreiro.

Porém, se não houver uma lua disponível, seja por estar de dia ou porque o planeta simplesmente não possui uma lua, alguns Saiyajins são capazes de criar uma Lua Artificial para se transformar em Macaco Gigante e destruir tudo que virem pela frente.

Mas, diferente de vários outros Saiyajins, que se tornavam feras sem nenhum controle de seus atos, Vegeta, o Príncipe dos Saiyajins era capaz de controlar sua transformação, e inclusive falar durante ela. Como isto era possível? A resposta na verdade é bem simples.

Por ser um Saiyajin de Classe Alta, Vegeta foi treinado para controlar sua transformação ainda criança, e por isto o Saiyajin era capaz de dominar seus instintos e agir normalmente enquanto está transformado, podendo até mesmo falar se necessário.

Entretanto, esta habilidade parece ter se perdido, já que nenhum Saiyajin vivo possui sua cauda, e portanto não pode se transformar em um Macaco Gigante. Os Saiyajins que nasceram depois de Gohan tiveram suas caudas cortadas no nascimento, para anular o risco de uma transformação acontecer em um momento inoportuno.

David Brito

Fã de Roguelikes e J-RPGs, David passa a maior parte do seu tempo livre testando novos jogos e lembrando a todos o quanto ele ama a franquia Persona.