Equipe de Dr. Stone revela qual foi a característica mais importante para fazer a adaptação em anime

Mesmo ainda estando bem no seu começo Dr. Stone já pode ser considerado como um dos grandes animes dessa temporada, e um dos elementos que mais chamou a atenção dos fãs é a forma como a obra se utiliza de conceitos científicos reais para criar boa parte das suas situações.

Mas esse foco na veracidade cientifica não é apenas um capricho da produção, e em entrevista recente feita na Anime Expo 2019, Shusuke Katagiri, um dos produtores do anime, revelou que essa era uma questão essencial para a adaptação (via ComicBook).

“Um elementos que estamos tentando ser mais fieis ao mangá é na parte de ciência e tecnologia, porque mesmo no mangá realmente existem conselheiros científicos para ter certeza de que tudo está correto.”

“Dessa forma, ao adicionar cor, movimento, sons e todos os tipos de elementos ao anime, nós temos certeza de que tudo está cientificamente correto. E eles fizeram um ótimo trabalho nisso”, complementa Katagiri.

Talvez a maior prova de como esses experimentos e reações mostradas no anime são realmente baseadas em conceitos do mundo real, seja através de uma mensagem de disclaimer exibido ao final de todos os episódios, informando ao público que nenhuma dessas situações deve ser repetida sem o conhecimento específico.

Criado por Riichiro InagakiDr. Stone é um dos mangás mais elogiados dos últimos anos, tendo ganhado em 2018 o prêmio de Melhor Shonen do ano pela Shogakukan Manga Award.

A adaptação em anime foi lançada no dia 5 de julho e é distribuída no Brasil pela Crunchyroll.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade