Editora de Attack on Titan confirma péssima notícia sobre o próximo capítulo do mangá

Como mais uma das consequências da crescente pandemia do novo coronavírus, foi anunciado nesta terça-feira (14) que o capítulo 129 do mangá de Attack on Titan (Shingeki no Kyojin) teve que ser adiado em um mês.

A notícia foi compartilhada no Twitter pelo editor do mangá, informando que a Kodansha está adiando as obras de todas as suas revistas, incluindo Attack on Titan, como forma de seguir as recomendações do governo japonês, que recentemente aprovou o estado de emergência no país.

Sendo assim, o próximo capítulo de Attack on Titan que deveria sair no mês de maio chegará apenas em junho.

No comunicado geral compartilhado pela editora, ainda é dito que devido ao estado de emergência a equipe não conseguirá manter as “atividades de publicação, que incluem edição, produção e distribuição”. Dessa forma, as publicações online também serão adiadas (via Crunchyroll).

No caso de Attack on Titan, esse é o primeiro adiamento do mangá desde quando a história começou a ser publicada por Hajime Isayama em 2009.

Na semana passada, também relatamos o adiamento da Weekly Shonen Jump, a mais popular revista de mangás do Japão, que teve a sua Edição 21 atrasada em um semana devido a um funcionário da equipe editorial ter sido considerado suspeito de contrair o novo coronavírus.

Criado por Hajime Isayama, Shingeki no Kyojin ou Attack on Titan, se passa em um mundo onde a humanidade vive em cidades rodeadas por gigantes muralhas para se proteger dos Titãs, criaturas gigantescas que possuem o único instinto de devorar humanos.

Enquanto o mangá já se encontra na sua reta final, as três temporadas do anime estão disponíveis estão disponíveis na Crunchyroll.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.