Criador de Hunter x Hunter revelação sua inspiração na hora de criar Gon

Hunter x Hunter pode estar em hiato, porém seus fãs ainda amam a obra graças ao seu mundo bem elaborado e pelo protagonista, Gon Freecss.

Recentemente, o criador de Hunter x Hunter, Yoshihiro Togashi deu uma entrevista para a Weekly Shonen Jump e falou sobre sua obra. Graças a tradução feita pelo usuário do Reddit VeraciousCake, ficamos sabendo o que Togashi estava pensando quando criou Gon.

O autor explicou que “queria fazer Gon um bom garoto que iria dominar as enquetes de ‘personagens que você ia querer ter como um filho’. Porém assim que a serialização começou…  ou melhor, assim que [ele] começou a escrever [seu] esboço, [ele] sentiu que aquilo não estava muito certo.”

Após decidir que Gon estaria motivado a se tornar um Caçador para encontrar seu pai, Togashi percebeu que Gon sendo um “bom garoto” não iria funcionar da forma que ele queria. “Um garoto que diria que iria abandonar sua mãe adotiva para se tornar um Caçador não é um filho muito bom, é? Eu comecei a pensar, ‘Esta é uma criança realmente louca’… mas eu achei que ele não poderia se comportar de outra forma, já que ele era o filho de um pai que de fato abandonou seu filho para se tornar um Caçador. Para mim, ele era um personagem natural.”

Porém Togashi ainda se certificou que Gon seria um personagem que os fãs de lutas adorariam ler sobre, “se eu tivesse feito do meu protagonista um ‘garoto certinho’ e tivesse desenhado um mangá de batalhas com ele, teriam surgido complicações quando ele tivesse que fugir… Eu pensei que aquela não era para onde eu queria ir com a história.”

Fazer de Gon uma criança com defeitos e alguém que não seja totalmente bonzinho leva a melhores conflitos. Togashi explicou que adicionar estas camadas à personalidade de Gon permitiu que ele escrevesse lutas divertidas, “eu não queria alienar meus leitores que leriam pelas lutas. Graças a fazer de uma ‘criança louca’ como Gon o protagonista, eu pude escrever batalhas sem ter que me preocupar com os conflitos morais do personagem.”

David Brito

Fã de Roguelikes e J-RPGs, David passa a maior parte do seu tempo livre testando novos jogos e lembrando a todos o quanto ele ama a franquia Persona.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade